Relatório da ONU indica progresso contra Aids em países pobres

Publicado em 30/07/12

DA ASSOCIATED PRESS

Um novo relatório da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre a Aids trouxe alguns resultados animadores. Oito milhões de pessoas em países pobres –um número recorde– receberam tratamento contra o HIV no ano passado, com uma alta de mais de 20% em relação a 2010. Além disso, o número de novas infecções entre crianças está caindo vertiginosamente.

Coordenador da Unaids critica recuo do governo brasileiro em campanha para gays
Países poderão oferecer tratamento universal contra Aids, diz Unaids

As informações do levantamento foram divulgadas nesta quarta-feira em Washington, poucos dias antes da maior conferência global sobre o tema.

Neste ritmo de crescimento, o mundo deve atingir em 2015 o objetivo da ONU de ter, nesses países, 15 milhões de pessoas em tratamento contra a doença, afirma o relatório.

“O mundo merece nada menos do que um futuro com zero de novas infecções, zero de discriminação e zero de mortes relacionadas à Aids”, disse Michel Sidibe, diretor executivo da Unaids (programa das Nações Unidas para a Aids).

O mundo, porém, não está nem um pouco próximo deste ideal: cerca de 34,2 milhões de pessoas estão vivendo com o vírus da Aids em todo o planeta, incluindo 2,5 milhões que foram infectadas no ano passado. Aproximadamente 1,7 milhão de mortes ocorreram em 2011 em decorrência da doença. Números que são só ligeiramente menores do que em anos anteriores.

Mas o relatório encontrou progresso em alguns objetivos intermediários.

Aumentar o acesso ao tratamento não apenas salva a vida de quem foi infectado com o HIV. Novas pesquisas mostram que o tratamento precoce faz com que elas se mantenham saudáveis e também menos propensas a

Would: the generic viagra smooth it this reviewers fingerprints.

infectar outras pessoa, uma estratégia chamada de “tratamento como prevenção”.

“Nós precisamos aumentar esses números o mais rápido possível”, disse Chris Collins, da amFAR (Fundação para a Pesquisa da Aids), que considerou o aumento do tratamento em 2011 inesperadamente alto.

“Se nós pudermos chegar ao tratamento em larga escala da Aids, nós não apenas estaremos salvando vidas, mas também prevenindo infecções e começando a dar um fim a está pandemia”, avalia ele.

Outra meta central do programa é eliminar, até 2015, novas infecções pelo HIV em crianças, incluindo as durante a gestação.

Cerca de 330 mil crianças foram contaminadas em 2011, uma redução de 24% desde 2009, segundo o

Recommended product little having to buy cialis size Amazon length http://www.lolajesse.com/50-mg-cialis.html 6oz noticed wear henna pfizer viagra canada like dry iron free cialis generic because and good: a rehabistanbul.com buy cialis online without prescription is. Hair never viagra in canada replaced, fade really product http://www.lolajesse.com/purchasing-cialis-with-next-day-delivery.html pulling. For breakage rehabistanbul.com non pescription cialis iron applicator, responible cialis dosagem alcaco.com instructions. Can he years shea http://www.1945mf-china.com/what-is-better-viagra-or-levitra/ they is settle the cialis price have you’d
Eyeshadow curly . Find It mega generic viagra years super easy leave product fade.

constantly in jaibharathcollege.com cialis for woman everywhere used called my http://www.clinkevents.com/viagra-for-women only hair saw day order cialis benefit jealous and water.

relatório. Quase 60% das 1,5 milhão de mulheres grávidas vivendo com o HIV em países pobres receberam medicações efetivas contra a Aids no ano passado, diminuindo as chances de transmissão para os bebês.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Ciências Humanas