CARTA ABERTA DE PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS DO COLÉGIO BANDEIRANTES À COMUNIDADE

Publicado em 28/05/18

“[…] quanto mais se alienam uns dos outros os homens, os indivíduos, e as coletividades, tanto mais enigmáticos eles se tornam uns para os outros”.

(Theodor Adorno, 1958)

CARTA ABERTA DE PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS DO COLÉGIO BANDEIRANTES À COMUNIDADE

Cotidianamente, dedicamos horas a compartilhar com nossos adolescentes um modo sensível de perceber o mundo. Tentamos, com as letras, as ciências, as artes, os movimentos, os mapas, os fatos históricos, os números, ampliar possibilidades, “desautomatizar” olhares. Fazemos isso, porque carregamos uma crença: a de que a cultura é nosso instrumento para construir um mundo melhor, justo, empático, livre.

Ocorre que, nos tempos atuais, interesses ideológicos diversos têm colocado em risco as condições que garantem que as escolas sejam lugares de compartilhamento e ampliação de cultura. Ora movimentos radicais pretendem cercear a livre expressão de professores dentro da sala de aula, exigindo até mesmo punição para aqueles que tratarem de temas considerados inadequados, ora direitos essenciais dos professores, que lhes garantem condições dignas e satisfatórias de trabalho, são ameaçados. Diante disso, vimos a público demonstrar nosso apoio em defesa de uma educação de qualidade em nosso país e de um tratamento digno à nossa classe por razões diversas.

Em primeiro lugar, move-nos a certeza de que a educação é um direito pelo qual todos devemos lutar. A escola, ponte entre a família e a sociedade, é o espaço para o encontro com o diferente, para o debate que enriquece, para tornar próximo o que, para muitos, pode parecer distante. O professor, intermediador desse processo, precisa ser adequadamente preparado, frequentemente formado e respeitosamente tratado, em especial no que se refere à valorização de sua condição profissional.

Em segundo lugar, move-nos o nosso papel de educadores. Acreditamos que nossos jovens aprendem conosco muito mais do que saberes específicos; nossas ações refletem no modo como muitos deles apreendem o mundo. Saber tomar posição de maneira lúcida e justa em nome de causas que norteiam nossas vidas é um aprendizado que desejamos deixar.

Por fim, em terceiro lugar, move-nos a instituição da qual fazemos parte. Em tempos de negociação trabalhista entre patrões e empregados, não tivemos de entrar em conflito com nossa Direção, pois nos foram garantidos todos os direitos previstos em nossa Convenção Coletiva para o biênio 2018-2020.Porém sabemos que o contexto que ela nos proporciona foge à realidade de muitos de nossos colegas professores, os quais contam com as negociações sindicais e com paralisações para poderem assegurar esses mesmos direitos. Apoiamos e pedimos apoio à luta desses colegas, conscientes de que estamos em uma posição privilegiada. Desfrutamos de um ambiente efervescente de intelectualidade, de criatividade, de oportunidades. Temos – mais do que incentivo – condições reais de formação continuada nos mais diferentes níveis. Desejamos que essas condições deixem de ser chamadas de privilégios para os que estão em algumas poucas escolas como aquela de que fazemos parte e se tornem uma realidade da nossa classe no nosso país. Tornar

pública a nossa realidade e a realidade tão contrastante a que muitos professores estão submetidos é forma de evitar a alienação que tanto combatemos, de impedir que nos tornemos enigmáticos uns aos outros.

Assinam esta carta:

Eneida Cristina Corrêa de Castro (Português)

Susana Regina Vaz Hungaro (Português)

Renato Pacheco Villar (Física)

Mario Abbondati (Tecnologia da Educação)

Carlos Mariz de Oliveira Teixeira (Física)

Elizabeth Otelac Mariz Teixeira (Português)

Cândida Beatriz Vilares Gancho (CPG)

Claudio Souza (Inglês)

Cléria Santos (Inglês)

Ana Luísa Branco (Inglês)

Alexandre Rosa (Inglês)

Patrícia Goloni Lolo (Inglês)

João Rodrigo Lima Agildo (Inglês)

Vinicius da Silva e Silva (Inglês)

Fernanda Bisi Jerez (Inglês)

John Andrew Speeden (Inglês)

Silvia Vampré Ferreira Marchetto (Tecnologia da Educação)

Maria Estela B. Zanini (CPG)

Elvira Cristina Pescarollo (Biblioteca)

Cláudia Regina Fraceschet Navarro de Andrade (Educação Física)

Felipe Dutra Ramos (Educação Física)

Claudia Cristina Sacardo (Educação Física)

Álvaro Zimmermann Aranha Filho (Educação Física)

Camila Rossi Budoya Ramos (Educação Física)

João Antonio Meinberg Castro (Educação Física)

Paulo Alexandre de Godoi (Educação Física)

Carlos Alberto De Simone (Educação Física)

Daniela Coelho Lastória de Godoi (Educação Física)

Daiana Priscila da Silva (Educação Física)

Carla de Godoy Gennari (Educação Física)

André Martins de Oliveira (Educação Física)

José Roberto Mariano Rodrigues Junior (Educação Física)

Rosemeire da Silva Carriel (Espanhol)

Luiza Martins da Silva (Espanhol)

Silvia Maria Mera Ponce (Espanhol)

Marília Rossetto Pelissari (Espanhol)

Paula Renata de Araújo (Espanhol)

Nuria Caribó (Espanhol)

Melissa de Matos França Norcia (Português)

Fabiana Parra de Lazzari (Português)

Cátia Luciana Pereira (Português)

Mila Silva Costa (Português)

Marlene Pissolito Campos (Português)

Karla K. Somogyi (Português)

Michelle Rinaldi de Miranda (Português)

Lenira Aparecida Buscato (Português)

Julia Almeida Alquéres (Português)

Arthus Yuri Richter Bustamante (Português)

Marise Soares Hansen (Português)

Simone Christine Pedro (Português)

Alexandre Fukuya (Português)

Carolina Martinez Canelo (Português)

Maísa Reami Vieira Girardi (Português)

Rosa Aluotto (Tecnologia da Educação)

Ana Cíntia Amorim de Albuquerque (História)

Olivia Portela de Mauro (Corretora de Redação)

Vinícius André Araújo da Silva (Corretor de Redação)

Karina Fuga Rossi Teixeira (Corretora de Redação)

Wesley Francisco de Souza Silva (Corretor de Redação)

Gabriel Augusto Martins Marques (Corretor de Redação)

Stephanie Iris Batista (Corretora de Redação)

Alexandre Magno Montibeller (Física)

Sílvia Helena Antunes Bueno Brandão (Coordenação Pedagógica)

Fernanda Cantisani Zuquim (Geografia)

Cássio Marafante (História)

Maria Odette Brancatelli (História)

Marina Consolmagno (História)

Pérsio Santiago (História)

Nathalia Pereira da Silva (História)

Ione Cordeiro dos Santos (Secretaria)

Valeria da Silva Moraes (Espanhol)

Bruna Carolina Evangelista (Espanhol)

Carlos Nely C. de Oliveira (Matemática)

Hélio Kondo (Matemática)

Fábio Cáceres (Matemática)

Michel Angelucci (Matemática)

Fátima Regina A. de Oliveira (Matemática)

Lucas Alvarez Theodoro (Matemática)

Felipe Sampaio (Física)

Waldir Hernandes (CPG/Ciências)

Beatriz Kohlbach (CPG)

Marcia Abdo (Geografia)

Paula Ariane da Silva Moraes (Artes/STEAM)

Marta Rabello (STEAM)

Rosiani Carla Baron Telles (CPG/STEAM)

Mariane Cavalheiro (Artes/STEAM)

Mariana Peão Lorenzin (STEAM)

João Vergueiro Paciello (Geografia)

Simone Tanaka de Almeida Prado Campos (Matemática)

Pedro Paulo Teixeira Coelho (Geografia)

Leda Leonardo da Silva (Geografia)

Regina Mara da Fonseca (Georafia/CPG)

Meire de Bartolo (Biologia)

Girlene Lopez Sismotto (Biologia/CPG)

Carolina Labbate Oreb (Biologia/CPG)

Wilson Cerqueira Ferreira (Biologia)

Marina Rosalino Gomes (Biologia)

Maria Lúcia Pereira Soares (Ciências)

Angelly Alani Marques de Gouveia (Corretora de Redação)

Tomás Reis Barreto Penha (Corretor de Redação)

José Olavo de Amorim (Inglês)

João Epifânio Régis de Lima (Artes/Filosofia)

Carolina Oliveira Zambrana (Química)

Elisabeth Pontes Araújo (Química)

Franco Alves Lavacchini Ramunno (Química)

José Ricardo Lemes de Almeida (Química)

Maria Fernanda Moreira (Química)

Mariana Marangoni Carezzato (Química)

Vanderiza Aparecida Rodrigues Lucas (Química)

Carolina Barbosa Hebling (Corretora de Redação)

Gleney Andreotti Lolo (Matemática/Filosofia)

Ricardo Pravadelli Aguirre (Cultural)

Vanessa Crepaldi (Cultural)

Ricardo Birrer (Cultural)

Catarine Nunes (Cultural)

 

Temas relacionados:
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!