Mentores de Harvard conectados com o Band

Publicado em 28/10/13

Buscando promover a troca de conhecimento e cultura entre estudantes de idades e realidades completamente diferentes, a Universidade de Harvard realizou, pela segunda vez com alunos do Band, o programa Mentoring and Language Acquisition in Brazil (MLAB). A experiência visa o ensino da língua inglesa a um grupo de alunos do Colégio, além da formação de contatos sólidos entre os participantes e o intenso câmbio cultural.
mlab_2
O MLAB, segundo a Universidade de Harvard, ajudar a reduzir as barreiras entre jovens brasileiros e a entrada nas grandes universidades internacionais. Por meio da criação de um sistema de mentores, em que os alunos participantes são pareados com estudantes da própria universidade de Harvard mediante suas personalidades e interesses, os adolescentes podem aprender diretamente com um nativo a usar o inglês para se comunicar, além de poderem mostrar um pouco de seu país e seus costumes para os colegas internacionais.
“Este ano foram selecionados 8 alunos para participar do projeto, sendo 6 deles do Ismart; nos próximos meses, eles irão participar de uma série de sessões via skype e outras formas de comunicação virtual para se conectarem com os universitários e expandirão seu conhecimento da língua e conhecerão um pouco mais sobre a vida no campus de uma das melhores universidades do mundo”, explica a Gerente de Planejamento Estratégico Helena de Salles Aguiar, que auxiliou o Coordenador de Língua Inglesa e Assuntos Internacionais José Olavo de Amorim a organizar os alunos para a experiência.
A primeira reunião entre os mentores e os alunos foi realizada na última sexta, dia 18, no escritório da Universidade de Harvard no Brasil. “Os alunos estavam muito animados e puderam conversar pela primeira vez com os americanos. É uma oportunidade única pra eles, pois é a chance que eles têm de conhecer melhor a realidade universitária no exterior e, quem sabe, até almejar uma possível graduação lá um dia”, comenta Helena, que acompanhou o grupo.
“Minha experiência com o MLAB foi surpreendente”, comenta o ex-aluno Victor Alexandre de Paula, que participou do projeto em 2012. “A chance de praticar o inglês foi interessante, mas acredito que o programa me proporcionou muito mais que isso. A oportunidade de participar nos diversos debates de cunho “sócio-político-econômico”, através do inglês, foi uma experiência enriquecedora porque, nos momentos destas conversas ocorria um grande câmbio de diferentes opiniões das mais diversas realidades! Era uma grande sinergia de ideias”, completa.
Já a aluna Joany D’Avila, que participará do projeto esse ano, conta que está bastante ansiosa para a experiência. “Eu espero aprimorar a minha pronúncia e perder o medo de falar em inglês, conhecer diferentes histórias e culturas”, conta.

Temas relacionados: , , ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto a Band é legal!