Brasil: tri-campeão mundial de voleibol masculino

Publicado em 10/10/10

O Mundial de Voleibol na Itália foi estranho…. Os italianos e a federação internacional fizeram um campeonato que permitiu, mesmo aos que perderam, uma chance de recuperação. Há algum tempo a Itália vem sofrendo com a falta de resultados expressivos e cogita-se que fez isso para escolher adversários mais fracos nas fases seguintes e voltar à hegemonia mundial do esporte. Os italianos têm oito títulos da Liga Mundial e dominaram o esporte nos campeonatos mundiais de 1990, 1994 e 1998.

Com o regulamento escolhido pelos italianos (sede do Mundial), todas as seleções já sabiam antes de cada partida qual o resultado, vitória ou derrota, permitiria cair num grupo teoricamente mais fácil na fase seguinte.

Perder uma partida em benefício próprio é ético? É justo? É válido? A discussão é longa e importante. O Brasil entregou o jogo contra a Bulgária para “fugir” de Cuba na semi-final? Ou realmente jogamos mal naquele dia em que nosso único levantador disponível não estava apto a jogar?

Do que tenho certeza é que não gostei do que ví. Um time apático em quadra, um time desfigurado, um técnico, a meu ver, envergonhado do que havia pedido a seus jogadores…. Uma passagem triste de um time que é sempre tão encantador.

Acabamos de vencer os cubanos na grande final por 3 X 0, com uma atuação  brilhante do levantador Bruno e do oposto Leandrão. O time jogou unido e com muita garra. Certamente todos sabiam que uma derrota faria com que o jogo contra a Bulgária voltasse à berlinda. As vitórias encobrem as falhas e ressaltam as qualidades. O Brasil continua mandando no voleibol mundial, apesar daquele jogo contra os búlgaros….

Temas relacionados:
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Educação Física e Esporte

Band de “Vento em Popa”

Publicado em 27/06/19

Parkour no Band

Publicado em 26/06/19