Digite o que deseja buscar no campo acima e clique na lupa para encontrar
#sexualidade

Equipes de Convivência e Educação Física se reúnem para abordar a sexualidade no esporte

Publicado em 04/04/2022 11:04

Foi realizada, recentemente, uma atividade envolvendo as equipes de Convivência e Educação Física para abordar um tema extremamente importante, porém pouco comentado: a sexualidade dentro do esporte.

A professora Cândida, de Convivência, reitera que é fundamental que haja a organização de eventos assim para que os educadores possam dialogar ainda mais com os alunos. “Nós, como educadores, temos uma necessidade de entender o que é o gênero e suas desigualdades. Foi basicamente isto que discutimos, pois o tema é complexo para todos: alunos e professores. Precisamos compreender questões de gênero para podermos lidar com a realidade que eles trazem. Os adolescentes têm, hoje, outras demandas. Não podemos ficar desatualizados. Eles usam termos relacionados a gênero muito mais facilmente, porque estão acostumados com a realidade da internet, das mídias sociais. Então a gente tem que compreender os alunos, explicar e lidar com a realidade.”.


A Equipe de Convivência, que propôs o encontro, organizou uma espécie de “workshop” de quatro horas em que foram trabalhadas questões de sexo biológico, gênero e sexualidade. O evento se iniciou com um jogo, em que os times eram divididos em masculino e feminino e gerou reflexões interessantes. “Propusemos um jogo e refletimos sobre a necessidade de separar em homens e mulheres ao invés de fazer grupos mistos. Discutimos um pouco sobre o que significa esta divisão na aula de Educação Física, quando é necessária e quando não é. Depois disto, tivemos uma parte teórica sobre questões de sexualidade e uma parte de discussão”, explicou Estela, diretora de Convivência.

O tema, por sua sensibilidade, acaba comumente gerando desconforto e polêmicas, porém os educadores, seguindo a filosofia do Band de continuar sempre aprendendo, dedicaram-se a entender melhor a questão, sem qualquer julgamento. O professor Dutra conta que sentiu que pôde evoluir enquanto educador, por passar a compreender ainda melhor os estudantes. “Considero um privilégio poder participar destes momentos que temos na Escola para discutir alguns temas. Poder ouvir e compartilhar ideias com as professoras de Convivência ampliou muito nosso conhecimento e nossas estratégias para lidar com uma questão tão atual como a sexualidade no esporte. Posso dizer que, após o encontro, tenho uma noção maior da complexidade deste tema e do quão difícil é isto para os alunos.”.

Temas relacionados
Notícias

Mais sobre Convivência

#Arquitetura, #Edifícil Copan, 13/06/2024

Alunos do 9.o ano participam de aula no Copan

#convivência, #convivência positiva, 12/06/2024

Convivência Positiva – Entrevista

#convivência positiva, #formação, 06/06/2024

Estratégias de manejo com crianças e adolescentes