DocB: “A viagem de Yoani” e “Ex-pajé”

Publicado em 10/12/19

Com o objetivo de discutir temas atuais e aumentar o repertório dos estudantes, as últimas sessões do DocB apresentaram os filmes “A viagem de Yoani” e “Ex-pajé”. A partir das temáticas levantadas por eles, os alunos puderam dialogar com professores e convidados.

No dia da exibição de “A viagem de Yoani”, que faz um retrato da vinda da blogueira e ativista cubana, Yoani Sánchez, ao Brasil em sua primeira viagem internacional em 2013, o debate contou com a presença de um dos diretores do filme, Raphael Bottino, e do professor de História do Band, Pérsio Santiago. A obra foi um ponto de partida para uma conversa sobre polarização política no Brasil e o perigo de pensamentos extremistas. O diretor ainda respondeu muitas perguntas dos presentes.


Já no DocB de “Ex-pajé”, documentário que traz um olhar poético sobre vida do indígena contemporâneo, mais especificamente da tribo dos Paiter Suruí, em Rondônia, houve a participação do professor de Filosofia, Ricardo Salgado, e do professor de Sociologia, Gilvan Freitas. A conversa depois da exibição tocou em temas como o etnocídio, a religião e a situação dos indígenas. “Essas são temáticas urgentes no Brasil de hoje, onde os indígenas continuam morrendo. Só em 2018, o número de assassinatos cresceu 20% e eles continuam, ao mesmo tempo, sendo exemplo de resistência”. Ricardo finalizou o evento com uma pergunta importante, que ficou e fica como reflexão: será que existe mesmo ex-pajé?”, contou Julia Alquéres, professora do Band.

O aluno da 2.a série do Ensino Médio, Rhavi Loeb, contou que o documentário chamou a atenção para temas da identidade indígena, que infelizmente é pouco abordado. “Essas comunidades teceram, e ainda tecem, uma importante parte da história de nosso país. O longa consegue sintetizar, em seu enredo, a história da tribo e desmistificar alguns incorretos preceitos que podíamos ter. A escolha do tema e do filme foram muito boas”, concluiu.

Temas relacionados: , ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!