O ano de Futuro e Carreiras no Band

Publicado em 24/01/20

A Coordenadoria de Futuro e Carreiras teve um ano agitado em 2019. A percepção do Colégio em relação a orientação profissional mudou, assim como a demanda dos alunos e dos próprios processos seletivos para o ingresso na faculdade. O número de estudantes que buscou a ajuda aumentou, e o interesse de cada um deles nas carreiras e faculdades também. Até a própria Coordenadoria cresceu com a entrada da Orientadora Profissional, Milena Greve.

A ampliação das atividades e do número de atendimentos foram alguns dos principais objetivos do ano. Cerca de 500 alunos foram ajudados em todo o Ensino Médio, além, é claro, da participação dos estudantes do 9.o ano do Ensino Fundamental, já pensando nos anos futuros.

“Todo esse engajamento dos jovens mostra que o processo de escolha já está sendo antecipado por eles e que sabem que podem contar com a Coordenadoria de Futuro e Carreiras a todo momento. O salto na qualidade das conversas esse ano também foi notável”, contou o Coordenador de Futuro e Carreiras, Claudio Pinheiro.

Já Milena realizou importantes atividades em grupos com alunos da 2.a série do Ensino Médio. Foram 8 encontros ao longo de um semestre em que, juntos, os estudantes podiam contribuir para as percepções em relação às carreiras e às faculdades. Com o trabalho em grupo, a compreensão desses temas ficava mais clara e tranquila.

Além disso, a Coordenadoria ainda criou um aplicativo, junto ao Departamento de Tecnologia, com diversas informações nas mais variadas mídias sobre as profissões e instituições que são desejadas pelos alunos. Também aconteceram muitas palestras na escola e participações em congressos como a OCDE e o Congresso Brasileiro de Orientação Profissional e de Carreira.

A ideia em 2020 é ampliar o trabalho e planejamento por séries. “Queremos trabalhar ainda mais a compreensão das possíveis carreiras e envolver os professores como referências. Realizamos palestras internas de formação continuada com os colaboradores do Band para que eles possam também ajudar a diagnosticar as demandas dos alunos. Ampliando a escuta e identificando a demanda para a orientação profissional, podemos crescer ainda mais.”, concluiu Milena.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!