20 anos para mulher que criou perfil falso?

Publicado em 22/05/08

O Terra publicou dia 16 de maio uma matéria sobre a notícia do nosso post anterior. Explica que uma lei federal usualmente aplicada para casos de fraude na comutação foi utilizada neste caso. Pelo que entendi o juri de instrução denúnciou a mulher que utilizou-se de perfil falso para agredir uma menina de 13 anos. Neste caso, pelo que parece não se alega crime de falsa identidade, embora se fosse em nosso país seria perfeitamente cabível, mas sim a questão da fraude. A mulher simplesmente enganou a criança que acabou se suicidando.

A mulher responderá por uma ” acusação de conspiração e por três acusações de uso não autorizado de computadores por meio de sistemas interestaduais de comércio, com o objetivo de obter informações utilizadas para causar danos emocionais a terceiros. ”

Veja a notícia aqui.

A verdade é que embora pareceça um caso absurdo, não é raro que adultos façam coisas desse tipo. Não se trata apenas de ensinar o adolescente, mas também de conscientizar os adultos. Temos que ser os exemplos de bons cidadãos e assim orientá-los para o caminho certo.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de #digiBand