Debate antirracismo: alunos de todos os anos discutem ações para combater o preconceito racial

Publicado em 01/09/21

Ocorreu, recentemente, mais um debate sobre o racismo, um tema extremamente importante e que precisa ser pauta. O Band está cada vez mais engajado no combate ao preconceito racial e esse encontro, organizado pelas orientadoras Marina e Bia Félix, os professores de Educação Física Juninho e Daiana, que também é de CPG, foi o 3.o do ano em que se discutiram as implicações do racismo na nossa vida, além de se pensar na possibilidade de adoção de atitudes antirracistas. Participaram do evento membros da Equipe de Ajuda, que é formada por alunos do Ensino Fundamental, e do CARE, que é formado por alunos do Ensino Médio.


“Pensamos em discutir algumas ações que podemos incorporar no nosso dia a dia para sermos, de fato, antirracistas. A ideia era abordar cinco pontos, cinco atitudes antirracistas que podemos ter, mas o debate foi tão profundo que chegamos apenas ao 3.o.”, conta Daiana, que também explicou quais eram as atitudes abordadas: “Esteja sempre aberto a ouvir”, “Se atente às palavras”, “Apoie e consuma o trabalho de pessoas negras”, “Preste atenção nas suas referências” e “Não minimize qualquer situação de racismo”.


A aluna Sofia Freire, da 3.a série, que esteve presente no evento, se mostrou muito contente e até surpresa com os resultados. “O combate ao racismo é um tema muito importante e que deve ser sempre evidenciado. Fizemos isso de uma forma dinâmica, através de dicas de como agir para desconstruir o pensamento preconceituoso que está, infelizmente, enraizado na sociedade. O que me impressionou foi ver que vários alunos do Ensino Fundamental, desde o 6.o ano, estão realmente engajados na discussão, mostrando interesse em aprender e trazendo contribuições muito interessantes.”.


“Possibilitar um diálogo franco, com empatia e a possibilidade de transformação para a busca de uma sociedade cada vez mais justa e respeitosa é fundamental na formação de qualquer pessoa e o que me motiva a mediar debates como esse.”, diz Daiana, que explica ter ficado muito contente não apenas com as ações dos alunos mas também do Band.


“É muito bom ver  alunos do 6.o ano à 3.a série se colocarem, dialogarem com respeito, empatia e escuta, além da profundidade do debate. Acho muito legal, também, que a Escola se preocupe em proporcionar espaço para esse tipo de diálogo entre os alunos. Uma perspectiva antirracista passa por todos nós. Assumir isso é cada vez mais importante.”.

Temas relacionados: ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!