Band na Olimpíada Brasileira de Química de 2021

Publicado em 20/12/21

Recentemente, ocorreu a edição de 2021 da Olimpíada Brasileira de Química, com participação de alunos do Band e a conquista de medalha. O desafio do evento já começa muito antes da prova. Só pode realizar o exame aquele que tiver sido medalhista da edição estadual da Olimpíada do mesmo ano, o que é extremamente complicado, especialmente considerando o nível de exigência do processo seletivo para a competição. Para entender melhor, clique aqui.

O professor de Química Franco Ramunno contou que, diferentemente da Olimpíada Paulista de Química, que possui um tema central – no caso de 2021, “Química e os Oceanos” – a prova nacional possui um conteúdo mais abrangente. “A preparação para a Olimpíada Paulista foi voltada ao tema, pois sabíamos que haveria muitas questões sobre água e oceano, assim os alunos estariam mais bem preparados. Isso valeu tanto para a prova em si quanto para as redações. Já a Olimpíada Brasileira é uma prova mais tradicional, mas com conteúdos mais sofisticados do que os do Ensino Médio.”.

A preparação para o exame se deu com quatro encontros entre os alunos participantes e os professores Franco e Wanda, de Química. Eram aulas que aprofundaram diversos temas da matéria, alguns, inclusive, que não fazem parte das aulas de Química do Ensino Médio, mas constavam na programação da prova. Além disso, ficaram disponibilizadas listas de questões para que os alunos pudessem rever os conceitos e treinar em casa.

O aluno Henrique Fernandes, da 2.a série, recebeu a medalha de bronze e conta que a preparação do Band fez com que o conteúdo fosse a menor de suas dificuldades. “Os testes cobriam uma grande variedade de conteúdo. Caiu termodinâmica, energia livre de Gibbs, soluções tampão e equilíbrios químicos, por exemplo. Eram temas que havíamos discutido, portanto consegui resolver os exercícios. O ponto mais desafiador, para mim, foi responder todas as questões no tempo determinado. Eram 40 questões a serem resolvidas em apenas duas horas. Mas adorei o desafio! O incentivo e apoio do departamento de Química do Colégio foram fundamentais nesse processo. Tanto as aulas do curso regular quanto aquelas com um enfoque na Olimpíada fomentaram meu aprendizado dos mais diversos temas da Química, os quais pude aplicar na prova.” 

Para o próximo ano, há um novo processo seletivo para a Olimpíada Paulista e Franco se mostrou otimista em relação ao número de alunos do Band que participarão do evento. “A novidade é que houve um exame como parte do processo seletivo organizado pela Sociedade Brasileira de Química em que poderiam ser selecionados mais representantes para participar. Só dessa seletiva, sete alunos do Band passaram e poderão realizar a prova. Já é mais do que no ano passado, em que apenas cinco puderam se inscrever a partir da redação – e todos foram selecionados.”

Henrique, ao relembrar a experiência, ressalta que ela extrapola a própria competição. “O aprofundamento no estudo da Química, promovido pelos professores, despertou ainda mais o meu interesse nessa área. Foi extremamente enriquecedor e levarei os aprendizados para toda a minha vida.”.

Temas relacionados:
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Ciências da Natureza

Conheça o BandCode!

Publicado em 21/12/21

Band na cozinha

Publicado em 29/09/21