Cara a cara com Fagundes

Publicado em 06/11/13

Depois de assistirem à peça Tribos, com Antonio Fagundes, o grupo de espectadores do Band, que compareceu ao evento por meio dos ingressos adquiridos no Colégio, teve a oportunidade de participar de um bate-papo com o ator, sobre o interessante tema ressaltado em sua obra teatral: a falta de aceitação, compreensão e liberdade no universo do deficiente auditivo.

peça_tribos

Além de serem questões de grande recorrência na vida de um deficiente auditivo, estas são muitas vezes tratadas de forma equivocada no convívio cotidiano. A peça visa justamente mostrar ao público um universo muitas vezes desconhecido por quem não convive com um surdo (denominação usada sem receios durante a performance).

peça_tribos2

“Durante a conversa estavam presentes vários deficientes auditivos, que contaram histórias de momentos em que se sentiram totalmente à parte do cotidiano de suas casas”, comenta a professora Inês Vilhena, presente na conversa. “Os presentes contaram que até dentro da própria comunidade eles sofrem com o preconceito. É interessante poder participar de um debate assim, porque de certa forma te ajuda a ver com outros olhos um universo que muitas vezes a gente nem imagina ao observar a vida dessas pessoas de longe”, completa.

A funcionária Nádia Rodrigues, também presente no dia, chama atenção para a abordagem de Fagundes sobre a questão da família nesse contexto. “Foi um projeto belíssimo do Antonio Fagundes. Foi uma forma maravilhosa de mostrar esse mundo, que parece tão distante pra quem não está acostumado. É impossível compreender a situação completamente quando não se tem um amigo próximo ou um familiar nessas condições”, explica.

Temas relacionados: , , , , ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!