Band no Instituto Moreira Salles e no MASP

Publicado em 27/03/18

Direto para a Avenida Paulista, alunos do 8.o e 9.o ano do Ensino Fundamental visitaram o Instituto Moreira Salles enquanto os do 7.o ano embarcaram para o MASP (Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand).

WhatsApp Image 2018-03-27 at 16.03.25

Os passeios foram acompanhados pelos professores de Artes, Mariane Cavalheiro e Pedro Leão, além de Catarine Nunes, da Coordenadoria de Relações Institucionais, Marketing e Cultural.

WhatsApp Image 2018-03-27 at 16.03.49

A visita ao Instituto Moreira Salles teve um roteiro diferenciado. Para conferir as exposições de fotografia “Chichico Alkmin, fotógrafo”, “AnriSala: o momento presente” e “Câmera Aberta”, os alunos foram divididos em dois grupos. A ideia era que apenas uma das mostras fosse feita com um guia, assim, a explicação da outra exposição ficou por conta dos alunos do grupo contrário.

WhatsApp Image 2018-03-27 at 16.03.53

A professora Mariane explica que a experiência estimulou a investigação dos estudantes e, pela diferença entre as obras, foi possível enxergar as diferentes maneiras de se ver uma fotografia. “Foi a primeira vez que fizemos esse tipo roteiro. O compartilhamento do que todos viram nas exposições foi muito motivador”, explicou ela.

WhatsApp Image 2018-03-27 at 16.03.44

Já a ida ao MASP garantiu a visita ao acervo do museu e à exposição “Imagens do Aleijadinho”. Lá, foi possível ver a pluralidade da arte e como, ao longo dos últimos séculos, novas tendências vêm surgindo. Para que os alunos percebessem tudo isso, o professor Pedro criou um jogo onde os alunos tinham que escolher obras pelo museu de acordo com indicações dadas.

WhatsApp Image 2018-03-27 at 16.03.21

O aluno Eduardo Melo, do 7.o ano do Ensino Fundamental, conta que, na visita, pôde entender mais sobre o que estava exposto. “Nós vimos por trás das obras e aprendemos mais sobre os artistas. Assim fica mais fácil e divertido aprender o que vemos na sala de aula”, concluiu ele.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Cultural