Texto-Modelo – Editorial (Stela Tsoukalas)

Publicado em 07/05/19

Para darmos início ao 2o bimestre, nada melhor do que fechar o 1.o bi com chave de ouro! Abaixo, vocês poderão ler um ótimo Editorial, escrito pela colega Stela Tsoukalas, da 3F.

Boa leitura!

O Aumento da população de rua e suas consequências

Nos últimos anos, tem-se notado um aumento significativo no número de moradores de rua da cidade de São Paulo e em especial no nosso bairro, chegando a quase dobrar nos últimos 15 anos. Tal fenômeno tem preocupado muitos moradores do bairro, uma vez que se trata de um problema grave, o qual tem que ser abordado e deixar de ser ignorado pelos cidadãos e até mesmo pelo governo.

Para tratar deste assunto, primeiramente, não podemos deixar de levar em consideração o fato de que nos últimos cinco anos o Brasil tem passado por uma de suas maiores crises econômicas. Como qualquer crise, dentre outras coisas esta gerou muito desemprego e muitos desses desempregados acabam não conseguindo um novo emprego, assim vendo-se obrigados a se “abrigarem” nas ruas. Por este motivo, é possível afirmar que a situação econômica do país e principalmente as atitudes tomadas pelo governo perante esta, para tentar mediar as suas consequências negativas, são fundamentais para que haja uma diminuição da população de rua do nosso bairro.

Além da questão econômica, também é importante ressaltar que permitir que a população de rua exista significa apoiar direta ou indiretamente a segregação dessas pessoas da sociedade. Assim, priva-se esses indivíduos de exercerem seus direitos fundamentais, tais como o direito à dignidade, à segurança, à prosperidade, à saúde e até mesmo à educação, em alguns casos – direitos esses, os quais deveriam ser inatos a todos os seres humanos e não exclusivo de alguns.

Sendo assim, é possível concluir que, para solucionar o problema do aumento de moradores de rua tanto no bairro, quanto em São Paulo, é necessário promover a reintegração dessas pessoas na sociedade por meio de ONGs ou movimentos organizados pelo governo que providenciem moradia e serviços públicos para elas, nem que sejam temporários.
Temas relacionados: , ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Linguagens e códigos