Portinari – As séries Bíblica e Retirantes

Publicado em 05/06/13
0324 P 2008 Masp_0189Retirantes, de 1944.
As séries Bíblica e Retirantes serão mostradas em sala especialmente desenhada, o que permite extrair todo o potencial formal e humano das obras de CândidoPortinari. O conjunto abrange o período em que a denúncia social marcou a pintura do artista, que reflete a situação brasileira a reboque das calamidades da guerra, que sensibilizaram tantos pintores europeus.
O curador, Teixeira Coelho quiz evidenciar os motivos pelos quais Portinari foi considerado um dos pintores brasileiros por excelência da primeira metade do século XX.A série Bíblica foi executada entre 1942 e 1944 para a sede da Rádio Tupi de São Paulo a pedido de Assis Chateaubriand. São oito telas de grandes dimensões que ilustram passagens do Velho e do Novo Testamento. A marca de Guernica – feita por Picasso em 1937 em reação à destruição daquela cidade basca pela aviação alemã com a cumplicidade da própria ditadura espanhola à época, encabeçada por Franco – é evidente e nunca foi negada por Portinari. Ele de fato quis pintar como Picasso naquela tela, por ele vista em Nova York por ocasião de sua estada em Washington com a finalidade de realizar painéis para a Biblioteca do Congresso. Guernica, hoje no Reina Sofia de Madrid, causou forte impacto sobre Portinari e o levou a adotar e adaptar o estilo do colega espanhol. A série seguinte, Retirantes, foi produzida entre 1944 e 1945. Das cinco pinturas iniciais, o MASP tem estas três – que deixam de lado o estilo da série anterior em busca de outra linguagem, mais próxima da adotada pelos muralistas expressionistas mexicanos Orozco e Siqueiros.Mostradas em conjunto, estas onze peças são um exemplo singular da arte pública engajada que, à época, se identificava com a vanguarda política e estética.MASP, Av. Paulista, 1578, 1º subsolo.Horários: De terça-feira, domingos e feriados, das 10h às 18h. Às quintas, das 10h às 20h. A bilheteria fecha meia hora antes.

Ingresso: R$ 15,00. Estudante: R$ 7,00. Crianças até 10 anos e adultos acima de 60 anos não pagam. Na terça-feira: acesso gratuito à todos.

Temas relacionados:
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Artes