Manuela – Caio Riccioppo Azevedo, 3C

Publicado em 11/10/18

Na primeira vez que vi Manuela
Suas pernas pareciam tortas
A sua estatura era muito baixa
E seu rosto meio deformado

Na oitava vez que vi Manuela
Minha razão titubeava
O espírito de Deus pairava sobre as águas
Em um alegre grito de paixão

Da última vez que vi Manuela
Uma figura fraterna a abraçava
Pesando a minha cabeça calada

Quando penso em Manuela
Doce desconforto me congela
Em ritmo de amarga desilusão

Caio, 3C

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Palavrarte