Flores de agosto, Wander Rodrigues

Publicado em 24/08/18

Flores amarelas espalhadas
Num chão de cimento…
Final de agosto,
A imagem do seu rosto
Presa no pensamento.

Flores amarelas que caem
Como chuva solar.
Lençol amarelo sobre o chão
E uma menina, que é pura canção,
Aparece do nada para brincar.

Pega a flor com tanta beleza,
Levando-a diante do nariz.
Ainda sonho a imagem do seu rosto,
Mas a menina dessa manhã de agosto,
Fez o meu dia ficar mais feliz…!

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Palavrarte

Cronos – Arariboia, 3F

Publicado em 22/10/18

Suspiro – Tomás Fernandes

Publicado em 22/10/18