O Band na SP-Arte 2019

Publicado em 17/04/19

O Colégio Bandeirantes, entre outras instituições de ensino, foi convidado para o primeiro dia da SP-Arte 2019. O coordenador do curso de Artes Visuais da Belas Artes, professor Dr. Roberto Bertani, realizou um tour guiado pelos corredores da Bienal com professores e coordenadores de colégios parceiros.


O pavilhão da Bienal recebeu, entre os dias 4 e 7 de abril, a 15.a edição da SP-Arte-Festival Internacional de Arte de São Paulo. A exposição contou com a participação de galerias, instituições e artistas consagrados no mercado de arte e design e é o mais importante evento do setor da América Latina. Diversos expositores de várias regiões do país e do mundo tomaram o espaço. Entre as novidades da edição estavam os novos curadores, o encontro com artistas e a participação de instituições renomadas.


O tour possibilitou que os coordenadores e professores dos colégios interagissem com as galerias. Foi uma visita guiada que possibilitou admirar obras de grande valor e adquirir produções de autores consagrados, dos modernos aos contemporâneos.


“O painel do Bumba Meu Boi foi uma das obras mais fascinantes e de maior destaque da SP-Arte 2019. São cinco metros de comprimento e 1,90 de largura, trata-se de um Di Cavalcanti. É um dos muitos painéis produzidos na década de 60, marcada pelo encontro entre a arte e a arquitetura modernista”, afirma o Professor de Linguagem Arquitetônica do Band, Ivan Stancati. Di Cavalcanti é um dos nomes mais importantes do movimento modernista brasileiro, junto a outros artistas como Tarsila do Amaral e Anita Malfatti, que se destacaram no evento e idealizaram a Semana de Arte Moderna de 1922.


Várias obras de arte contemporâneas são significadas pela utilização de materiais menos convencionais, como plástico, acrílico e ferro. “A arte contemporânea possibilita ao artista misturar diferentes formas de fazer arte, viabilizando o uso de diferentes materiais no momento da criação”, afirma o Coordenador de Artes do Band, Regis de Lima.

Entre os autores nacionais contemporâneos, destacam-se Beatriz Milhazes, Adriana Varejão, Hélio Oiticica e Ernesto Neto. Dos estrangeiros, a colombiana Dóris Salcedo e o alemão Thomás Schönauer.

“Este Tour da Belas Artes possibilitou um reconhecimento da arte brasileira, que está cada vez mais ganhando espaço no cenário mundial. ”, afirma Regis. “Foi um passeio pela nossa cultura, pela arte que nos representa, da arte moderna que seria da semana de 22 até o final dos anos 50, para depois caminharmos para a arte contemporânea. ”, completa Ivan.

Temas relacionados: , ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Artes

O Band na SP-Arte 2019

Publicado em 17/04/19

Professores do Band em Inhotim

Publicado em 23/10/18