Mestres do saber

Publicado em 14/10/13

Ainda quando em criança

Diferenciavam-se, em clínico olhar;

Eram persuasivos, imperativos,

Ao passo em que brincavam,

Sabiam também ensinar.

 

Tão jovens, falavam com tato!

Sua pouca idade

O saber escondia.

Enquanto falavam

Explicando com regras,

Alguém observava,

A expectativa crescia.

 

Quão belos,

Alguns pequenos em tamanho

Mas expansivos em poder;

Sorriam enquanto brincavam

Dominavam a fala

Dominavam o saber.

 

O domínio os graduou com graça!

O olho clínico,

Tão logo, confirmou suas cores,

Aos pais

Formulou-se a pergunta,

São pais ou são professores?

 

Dos mestres

Veio a pergunta,

Indagação

Que há muitos se fez,

Em alguns

Observam-se e esperam,

Que se transformem em mestres

Ou os pais da vez.

 

Qualquer que seja o progresso

Reconhecimento

Gratidão e, muito mais,

São para eles

Os sinceros aplausos,

Que são grandes mestres

Na ausência dos pais.

 

Inspetor Adalberto O. Santos

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!