Manifesto: do papel à rede social

Publicado em 24/10/17

As alunas e alunos dos 2os anos estão adaptando para uma rede social os manifestos escritos do terceiro bimestre. Podem publicar no Instagram ou no Facebook, e escolher entre os seguintess formatos: podcast, vídeo, imagem com texto ou textão do Facebook. A decisão não é aleatória, deve ser pensada partindo do tema e do público-alvo do manifesto.

“O meio é a mensagem”, é sempre bom lembrar de McLuhan. Ao escolher onde vão publicar e o formato, é hora de fazer as adaptações de linguagem necessárias.

Para refletir sobre isso, exibimos alguns exemplos bem diferentes. Entre eles, o vídeo-manifesto, gravado neste ano pela youtuber Stella Yeshua, do canal “Estaremos lá”, em defesa da liberdade de Rafael Braga, que você pode assistir clicando aqui.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Linguagens e códigos