Criação

Publicado em 19/08/13

 

As palavras não são

concretas ou abstratas

Se fossem sagradas

trariam a chispa divina

fariam milagres.

E do caos primordial

tirariam pedras

e nuvens

nomeariam o impalpável:

ar

sombra

suplício.

 

As palavras não dizem

mas resvalam

os lapsos

os vácuos

O incorpóreo sentido

Da carne e do osso

Da alma e do corpo

 

Num breve instante

suspenso

O poema ressoa

Depois desmorona

sob as penas mortas

das palavras

 

Cândida Vilares Gancho

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!