As pequenas coisas da vida

Publicado em 19/08/13

É preciso aproveitar as pequenas coisas da vida

Aquele café com uma pessoa especial, como a menina que você gosta

O momento que se chega em casa e se percebe o latido do seu cachorro dizendo “Ei, finalmente você voltou, que bom te ver!”

O cheiro da grama molhada quando chove

A bolha que a chuva forma no piso do jardim

Aquela piada acidental numa conversa entre amigos

Pequenas gozações entre amigos

Momentos espontâneos, de risadas e conversas a toa

Um café da manhã simples, com algumas frutas e leite

Um chá quente, numa manhã gelada

Estudar, mesmo sem querer, uma matéria que se gosta

Pequenas coisas, a maioria simples

Coisas que são cotidianas, talvez não

Momentos de alegria curta, como ao encontrar, sem querer, um conhecido na rua

Aquela saída com os amigos que você tanto esperou

Um momento sozinho, quieto, para se pensar na vida e refletir

Dizem que o tempo voa, eu acredito nisso

Porque parece que foi ontem que eu estava brincando na quadra do meu prédio

Agora, já faz um bom tempo que isso se foi. Anos

Hoje não sei quem sou, nem para onde vou

Sei em parte, numa menor parte

O que faço, nem sei mais porque ou para quem faço

Quando éramos crianças a vida era mais fácil

Apenas vivíamos o momento

O que estava a nossa frente, diretamente

A vida era pessoal, reta

Não havia complicações

Não tínhamos propósito, nem direção

Éramos conduzidos, sem perguntar o porque

Mas, quase sempre, estávamos felizes

Porque sabíamos viver aproveitando as pequenas coisas da vida

Coisas essas, que quando crescemos, a correria do dia-a-dia nos faz esquecê-las

Thomas Wang, 3H3

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Linguagens e códigos