Anomia da gramática

Publicado em 20/05/13

 

 

Somos vírgulas espaçadas por palavras,
por entre as frases, as ações e atitudes.
Separados por funções sintáticas
e semânticas, regidos pela gramática
(uma, só uma, para todos).

E, por nela inseridos,
trabalhamos, arduamente,
não para nós, mas,
para as palavras. Nossa razão,
nossa função e nossa comunicação
são as palavras.

Palavras são vida e são ponto final.
Parágrafos para alguns,
frases para outros,
mas, para todos um ponto final
(para artistas reticências).

Respostas, se me pedem,
quem as dão são as palavras.
O passado são palavras,
O presente e o futuro também.
Tempo é palavra,
palavras é palavra.
Quem é você, palavra,
que me escreve?
E, quem sou eu
que escrevo palavras?

Somos vírgulas espaçadas por palavras?
Ou palavras separadas por vírgulas?

Luca Gonçalves, 3H2

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Linguagens e códigos