Amoras paulistanas

Publicado em 14/10/13

Esse começo de primavera é pra mim a melhor época na cidade ,a temperatura começa a subir, o sol fica mais tempo no céu e toda a cidade começa a florescer. Mas a melhor parte de tudo isso é o aparecimento das Amoras! Essas frutinhas na minha opinião são um consenso mundial! Nunca vi ninguém falar que não goste de Amora, talvez seja pela raridade de se achar esse fruto, afinal Amora só no pé! Amora tem pra todos os gostos, os que preferem coisas azedas escolhem as mais vermelhinhas os que preferem as doces pegam as mais roxinhas. Amora vai bem com tudo, de café da manhã, de sobremesa, de lanchinho no meio da tarde. Comer Amora não é simplesmente comer uma fruta, é uma experiência! Quem nunca se espichou todinho pra conseguir alcançar aquele galho mais alto com aquelas bitelonas tão gordas que quando você pega na mão elas estouram e deixam sua mão, ou qualquer coisa, roxa por um bom tempo! Amora não é fruta para se comer sozinho, tem que subir no ombro do amigo pra pegar, ou no muro, telhado, escada, todo esforço é válido para alcança-las! Lembro-me de quando era pequeno e morava numa cidade vizinha a São Paulo chamada Caieras, havia uma amoreira bem perto da nossa casa e quando era época meu pai  uma me botava na caçamba de nossa caminhonete e era uma lambança só! Portanto venho aqui lançar um desafio, caçe uma amoreira por ai saque seu smartphone tire uma foto e poste com #amorasp e compartilhe! Está lançado o desafio!

Obs: isso não é uma campanha publicitária, juro que o sindicato das amoreiras de sp não me pagou nadinha!

Tulio Andrade, ex-aluno da turma de 2012

amora-1

 

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Linguagens e códigos