A tinta

Publicado em 11/09/13
 

Quando a tristeza me devora

Escrevo

Quando a esperança vai embora

Escrevo

Quando a vida está morta

Escrevo

 

É o que eu faço

Escrevo sentimentos

Escrevo meus momentos

 

Quando a dor me ceifa

Quando a saudade me corrói

Registro-as a tinta

E a poesia é catarse

 

Quando o amor me beija

Quando a felicidade sorri

Perpetuo-os a tinta

E a poesia é lembrança

 

Assim, escrevo

Escrevo porque

Estou bem

Escrevo porque

Estou mal

Escrevo. A tinta.

 

José Henrique Ballini Luiz,  1B1

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Linguagens e códigos