Publicado em 09/09/13

Seu corpo no meu,

colado, como que fundido

mas sem deixar de ser o seu, o meu.

 

Como impressão digital,

que não sai, nem com o tempo, nem com o banho,

que deixa marcas sutis, imperceptíveis

enquanto definitivas.

 

Dois que juntos não são um muito menos dois

Mas três!

 

Seu corpo no meu…

sonho, realidade!

Meu corpo no seu…

felicidade!

Ex-professora Denise Curi 

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!