Publicado em 15/05/13

O fundo da minha barriga dói, minha garganta está incomodada e meus olhos ardem.
Todo o momento que penso em meus problemas, em mim, nela, nele, tudo começa a ficar turvo, e essa sensação vem à tona. Tenho que parar uns instantes, olhar para cima, respirar fundo. Será que ainda consigo? Então sorrio, tento lembrar de tudo de bom que esta por perto e se isso não funcionar, fecho os punhos e me forço a imaginar um final feliz. Estes bobos e ilusórios sempre rasgam a face com um sorriso verdadeiro de esperança. Só um pouco do necessário para sobreviver ao dia-a-dia.

 

Ana Clara, 3B4

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!