Sua palavra basta !

Publicado em 07/03/15

Eu sei que eu só tenho falado o quanto tudo aqui está ótimo, mas vou ter que exaltar os americanos mais um pouco. Sim, eu sou fã dos EUA, mas eu sou sensata o suficiente para saber criticá-los. No entanto, não é isso que eu vou fazer hoje.

Hoje, quero compartilhar com vocês algumas das pequenas diferenças do dia-a-dia de não estar vivendo em São Paulo, mas em Boston.

Que os carros param pros pedestres, acho que todo mundo já sabe, mas não da para deixar de comentar. Aqui, a prioridade é realmente do pedestre.
Outra coisa que me impressiona é como os lugares são limpos e como as pessoas contribuem para que eles permaneçam limpos. Quando nós saímos do jogo de basquete, olhei ao redor e todos estavam recolhendo seus lixos. Na academia, vira e mexe eu vejo o personal trainer ajudando a levar as toalhas sujas para a lavanderia.
Por aqui, provavelmente por mão de obra barata ser escassa e cara, as pessoas sabem se virar. Assim que nos mudamos, resolvemos comprar um armário. Obviamente, tinhamos que instalá-lo. Não preciso nem dizer o quanto não deu certo (em São Paulo, estou acostumada a contratar pessoas para fazer esse tipo de serviço para mim). Depois de muito sofrimento, a esposa do coordenador do nosso programa de intercâmbio, a qual tem 80 anos, disse que nos ajudaria. E não é que ela conseguiu e ainda nos deu a lição “nós americanos sabem nos virar”

Aqui, o serviço ao consumidor funciona de verdade. Fiz uma compra pela internet e eles debitaram duas vezes do meu cartão. Domingo a tarde mandei um email explicando e 10 minutos depois recebi a resposta “para nós só consta uma cobrança, mas estaremos devolvendo o dinheiro”. Dito e feito: no dia seguinte, o dinheiro estava de volta na minha conta.

IMG_3842E acho que é isso o que mais me impressiona: a sua palavra basta! Você não precisa mostrar a carteirinha de estudando no cinema para comprar meia entrada, mas apenas dizer que você é estudante. O motivo? Talvez por que aqui as pessoas não queiram sempre dar uma de esperto ou tirar vantagem da situação? Não sei, só sei que eu acho incrível!

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Do Band a Harvard

Casa

Publicado em 20/12/17

Despedidas

Publicado em 08/12/17

Cápsula do tempo

Publicado em 01/12/17