Introdução ao Laboratório

Publicado em 25/03/19

“It is hard to fail, but it is worse never to have tried to succeed.”

Theodore Roosevelt

Sejam bem vindos mais uma vez ao blog!

Não sabia exatamente como começar meu primeiro post, então resolvi compartilhar com vocês umas das citações que gosto muito e tem um grande significado para mim, em especial em relação a esse ano.

Bom, antes de tudo, acho bom vocês conhecerem um pouquinho mais de mim. Prazer, Leonardo.

Faculdade de Medicina – Harvard

Eu acredito que a forma mais fácil de me descrever é expor minha paixão por desafios. Me formei no Band no ano de 2014. Posso dizer facilmente que esses 4 anos que estudei no Band moldaram muito quem eu sou hoje, principalmente nessa questão dos desafios. Para todos vocês que ainda estão nesse ambiente de oportunidade infinitas, aproveitem!

Logo que entrei na Faculdade de Medicina da USP soube da possibilidade de fazer um intercâmbio para Harvard. Fiquei com essa meta na cabeça por 3 anos, quando fui aceito para um ano de intercâmbio, como explicamos brevemente no nosso último post. Após um longo processo seletivo com análise do currículo e entrevista fui selecionado para trabalhar no laboratório do Dr. Brain na Harvard School of Public Health.

Laboratório onde eu trabalho

O foco do lab é a resposta do corpo à inalação de gases, partículas e microorganismos. Os estudos se estendem desde a deposição de partículas inaladas no trato respiratório até sua depuração por mecanismos de defesa respiratória. Vários artigos importantes já foram publicados sobre o comportamento dos macrófagos (células de defesa do corpo) no pulmão quando há uma inflamação.

partículas inaladas, pulmão e macrófagos – representação fora de proporção

Diversas pessoas colaboram com os trabalhos publicados e vocês vão perceber que vou falar de muitas delas nos próximos textos, mas acho que por hora é suficiente apresentar as pessoas com quem trabalho no dia a dia.

O PI (principal investigator) do lab é o Dr. Joseph Brain, ele quem determina o rumo de todos os projetos e coordena o laboratório. Outro integrante muito importante do laboratório é o Dr. Ramon Molina, que é a pessoa que está mais em contato com os estudantes e acaba ensinando a parte prática do laboratório. Falando em estudantes, outro aluno da FMUSP também participa comigo desse intercâmbio, o John, e iremos trabalhar juntos esse ano.

Nessas primeiras semanas tivemos que realizar diversos cursos em Harvard para sermos liberado para trabalhar no lab. Os cursos eram no formato online com alguns deles tendo uma parte prática no final. Como vou trabalhar tanto com animais quanto com radiação, foram necessários vários cursos para conseguir a permissão de Harvard – eles são bem cuidadosos em relação a isso.

Além de aprender como lidar com radiação, animais e os diversos equipamentos do lab, esse foi um período de muita leitura de artigos científicos para entender mais sobre o assunto e planejar o projeto do experimento.

E após tudo isso… posso dizer que finalmente já tenho meu projeto e estou pronto para começar! Mas vocês devem estar se perguntando, afinal, sobre o que é seu projeto?

Bom, meus experimentos vão tentar provar a relação da deficiência de zinco e a maior mortalidade em pacientes que estão em ventilação mecânica na UTI. Parece complicado, né? Mas basicamente existem evidências na literatura que quando o paciente está em condições críticas na UTI o pulmão é um órgão que sofre muito para se recuperar e o zinco pode ter um papel para prevenir os danos causados.

Não será fácil provar isso durante esse ano aqui… então vamos deixar para um próximo post os detalhes dos experimentos e as minhas tentativas de achar uma solução!

Até logo,

Leonardo Pipek

Giovanna Pedreira estudou no Colégio Bandeirantes de 2008 até 2014. Foi aprovada em décimo lugar na Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), mas optou por cursar medicina na Universidade de São Paulo (USP). Já Leonardo Pipek estudou no Colégio Bandeirantes de 2011 até 2014. Foi aprovado nas principais faculdades de medicina do país e optou pela Universidade de São Paulo (FMUSP). No terceiro ano da faculdade, ambos foram aprovados em um programa de intercâmbio que a Faculdade de Medicina da USP tem com a Harvard University. Este programa seleciona estudantes que terão o privilégio de ser alunos de Harvard por um ano, trabalhando com pesquisa científica.

Temas relacionados:
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!