Do Band a Harvard: Viagem ao Maine

Publicado em 25/06/19

Sejam bem-vindos de volta ao Blog!

Conforme falei em meu último post, fazer pesquisa em Harvard vai muito além do que simplesmente ficar preso em um laboratório ou buscar artigos de literatura médica na internet. É também uma oportunidade para estreitar laços de amizade que continuarão pelo resto da vida. Exatamente nesse contexto, eu e meu colega fomos convidados por um de nossos orientadores do laboratório, o Ramon, para conhecer o Maine e em uma viagem de 1 dia.

Ficamos extremamente contentes com o convite e aceitamos na hora!

O Maine é um dos estados mais ao norte dos EUA e que fica do lado de Boston. Em 3 horas de viagem de carro atravessamos New Hampshire (e suas montanhas…, mas isso fica para outro post) e chegamos em York, umas das primeiras cidades subindo para o Maine.

Vista dos restaurantes famosos de Maine

Quando alguém pensa em Maine, a primeira coisa que vem na cabeça são as suas lagostas. Repleto de restaurantes beirando o mar, cada um deles com pratos exclusivos e um mais delicioso que o outro. Além de apreciar a culinária, você ainda tem a oportunidade de sentar ao lado de fora com uma vista espetacular. Infelizmente quando fomos ainda não era a época das lagostas e não conseguimos experimentar, mas certamente pretendo voltar.

Porém, não iríamos voltar para casa com fome. Pelo contrário! O Ramon primeiramente nos levou em uma das padarias mais famosas daqui: When Pigs Fly. Com sabores de pães que nunca tinha visto antes, comemos até não aguentar mais.

When Pigs Fly – Uma das melhores padarias!

E quando achávamos que tinha acabado, ainda tivemos uma ótima surpresa: OUTLET!

No caminho de volta para Boston paramos em uma cidade chamada Kittery na qual tem um outlet gigantesco. Para se ter uma ideia, tínhamos que ir de carro entre uma loja e outra devido a quantidade e distância das lojas. E se não bastasse os descontos em cima de descontos, não há impostos sobre a venda de roupas, ou seja, tudo é muito barato!

Pizza na volta do caminho para casa. Da esquerda para direita: Ramon, John e eu

Essa proximidade e abertura do meu orientador com os alunos é algo sensacional. Não só torna os dias muito mais divertidos, como também é uma questão decisiva no meu aprendizado desse ano. Ter a liberdade de perguntar e questionar as decisões nos projetos é essencial para aprender a fazer ciência. E como é bom pesquisar!

Tenho convicção que toda essa minha trajetória se iniciou no Band. Lá também a proximidade com os professores foi vital para o meu desenvolvimento e a conquista dos meus objetivos. Aproveitem essa oportunidade de aprender em um ambiente tão construtivo!

Até a próxima.

Leonardo Pipek

Os alunos formados no Band em 2014, Giovanna Pedreira e Leonardo Pipek, estão tendo uma oportunidade única! Em um programa de intercâmbio da Faculdade de Medicina da USP e da Harvard University, os dois passarão um ano estudando em Boston. Confira o Blog dos estudantes que será atualizado toda semana!

Temas relacionados:
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Do Band a Harvard