Contato direto com Harvard

Publicado em 02/12/11

Estudar fora do país é uma ambição de muitos estudantes. Apesar de haver cada vez mais facilidades para a realização do curso universitário em instituições estrangeiras, os estudantes ainda têm muitas dúvidas em relação a esse assunto e, apesar de terem muitas fontes de informação, não sabem por onde começar.

Raphaela: “Além de excelência acadêmica, procuro ganhar experiência de vida e independência”.

Tendo em vista o interesse de seus alunos, o Band promove diversos eventos para aproximá-los da realidade universitária fora do país. Encerrando o ano, o professor e Coordenador de Assuntos Internacionais, José Olavo de Amorim, organizou um encontro entre os estudantes do Band e um aluno recém-formado em Harvard.

Mateo Corby aconselhou alunos interessados em programas internacionais: “Antes de ir para Harvard, eu nunca tinha viajado, nunca tinha ouvido português, e nunca tinha visto neve. Quando me formei quatro anos depois, conhecia 24 países diferentes, falava quatro idiomas, e sabia sobreviver durante meses em temperaturas negativas. Eu adoro compartilhar a minha história com alunos mais jovens e encorajá-los a sonhar grande.”

Os alunos aproveitaram o encontro para sanarem suas dúvidas e ficaram mais próximos da rotina dos campus. “Esse contato me fez ter uma nova visão dos alunos e do que a Universidade espera deles. Comecei a perceber que ser inteligente e ser uma boa aluna é muito importante, mas não é só o que é levado em conta”, contou Raphaela Nawa, que também já recebeu uma aluna de Harvard no programa de Homestay em parceria com o Colégio Bandeirantes.

Raphaela se formará em 2013 mas já procura se preparar da melhor forma possível para preencher os requisitos das universidades estrangeiras, seguindo os conselhos de Mateo, que valem para todos os alunos: “Estude muito, siga a sua paixão e não se preocupe com o futuro. Existem faculdades excelentes onde você poderia viver a experiência mais divertida e significativa da sua vida até agora. O importante não é simplesmente entrar em Harvard, é se esforçar e sonhar grande!”.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Blog_Assuntos Internacionais e Inglês