Santo Inácio ou Santi, escola continua sendo um dos grandes nomes na competição

Publicado em 25/08/11

Por Angela Nogueira

Nas costas do casaco de Orlando Gabrielli Junior, 55, treinador da equipe da – agora chamada – Escola Santi, ainda está gravado em letras azuis claras ‘Escola Santo Inácio’. Nesta quarta-feira, dia 24, ele acompanhava a equipe do pré-mirim masculino durante o jogo contra o colégio Villare, que terminou em 2 sets à zero para a equipe do técnico.

A mudança de nome ocorreu há dois anos, para marcar os 40 anos da escola. Desde então, as cores símbolo mudaram de azul e branco para azul e amarelo e os uniformes de jogo foram trocados. A qualidade das equipes, porém, continua a mesma. Nem a reputação como um dos gigantes do vôlei escolar foi abalada, segundo Orlando. “No começo deu um pouquinho de confusão, porque eu avisei algumas escolas, mas não todas. Mas depois que elas entenderam que a Santi era o Santo Inácio, continuou igual.”
Com apenas quatro times, a escola consegue ser um dos favoritos da competição, por ter levado para casa títulos em 2010, 2009, 2008 e 2007, para citar apenas alguns anos. Mas o Interband não é a única competição em que a antiga Santo Inácio tem atuação de destaque. Nesse ano, na Liga Paulista de Voleibol, ambas as equipes da categoria A14 – equivalentes ao mirim – chegaram em segundo lugar de suas chaves. A competição continua até o final do ano, onde será determinado o campeão do estado.
O bom desempenho não é de hoje. O grande segredo da Santi é o técnico que, há 30 anos, treina o esporte na escola e já lhe trouxe títulos como o vice-campeonato brasileiro nos Jogos da Esperança, da Rede Globo, há mais ou menos uma década.
Ele explicou porque o vôlei foi o escolhido para ser o oficial da instituição. “Porque quando eu entrei [na Santo Inácio] não tinha nada na Educação Física. O pátio era de areia, mas eu comecei a praticar os esportes mesmo assim. O basquete e o handebol não dava pra bater a bola, e o único que dava para praticar era o vôlei.”. Ele conta que até já teve equipes de futsal e handebol, “mas quando a escola começou a crescer e os treinos e aulas começaram a tomar mais tempo, tivemos que escolher. E aí o vôlei já tinha tradição, já tinha força”.
Habitué do evento desde seu início, Orlando diz que a edição de 2011 está no mesmo patamar que as outras, mas faz uma ressalva. “ Só atrapalha quando chove. A direção [do Colégio Bandeirantes] deveria pensar em cobrir pelo menos uma das quadras”. No colégio, só é possível jogar vôlei nas duas quadras externas, uma vez que o pé direito baixo do ginásio impede que se jogue corretamente, o que impossibilita os jogos em dias de chuva, como aconteceu neste sábado, dia 20.
Os próximos jogos da Santi serão no sábado, dia 27. Mesmo tendo perdido uma partida para o Mazzarello, o pré-mirim feminino continua na disputa. Além disso, a escola participará da OliArqui, competição intercolegial do Colégio Marista Arquidiocesano, que acontecerá entre 16/09 e 1/10.
E Orlando, pretende deixar de comandar as equipes? “Por enquanto não, eu continuo.”

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Blog_InterBand