Jogo nervoso

Publicado em 02/09/12

Por Giovana Nigro
Um dos jogos mais antecipados da noite foi o do BandxSanfra, no Handebol juvenil, disputando a medalha de bronze. Os jogadores eram grandes dos dois lados. Eram bons. Eram violentos. E tinham vontade de ganhar.
A defesa de ambos os times foi do tipo 6×0, isto é, com todos os jogadores ao redor da área. Assim, foram muitas as trocas de passes, fintas espetaculares e faltas.  Toda vez que saia gol o outro empatava em seguida.

Aos poucos, os jogadores foram se exaltando, bem como o ex-armador direito da seleção brasileira e técnico bandeirantino, De Simone: ele não deixava uma observação sobre a atuação de seus jogadores para depois. Por outro lado, a voz do técnico do Sanfra mal podia ser ouvida.
O jogo foi acirrado, e muito. Com um empate de 5×5 no primeiro tempo, o Sanfra volta um pouco superior no segundo tempo, mas o jogo se iguala novamente no 11×11 faltando apenas 5 minutos para o fim da partida. Com exatos 30 segundos no cronômetro, a medalha de bronze ainda era um borrão para os jogadores, até que finalmente ele dispara e anuncia o fim: Band fez 15; Sanfra, 14.
Na premiação, Rafael, do Sanfra, ganhou a camisa de destaque. Seu amigo Renato Amoratti contou que um jogo contra o time da casa era sempre difícil, mas que o time unido conseguiu enfrentar bem tal desafio, porém, ao mesmo tempo em que a falta de individualidade dificultava na hora de uma bola de segurança. Do Band,  Gabriel Prevelato foi o destaque da partida.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Blog_InterBand