Final Futsal Masc Mirim – Arqui x Sabin

Publicado em 05/09/11

Por Maria Alice Gregory

O Interband, em seus últimos suspiros, apresenta um dos jogos mais decisivos e esperados do evento: a final de futsal mirim masculino entre Arquidiocesano e Albert Sabin. O clima fim-de-Interband contagiou um pouco a ambos times, que antes do jogo mostravam-se tranquilos e relaxados. A maioria dos pais estava presente; mesmo que não tivessem comparecido a todos os jogos, este não poderia ser perdido em hipótese alguma.

O técnico do Arqui, Jurandir, aguardava o time ao lado do ginásio. Na entrevista, respondeu não estar ansioso: “Não é nossa primeira final, e nem será a última.”, afirmou. Segundo ele, o time teve um excelente desempenho ao longo do campeonato e que esperava que pudessem fechar com chave de ouro apenas por continuar fazendo o mesmo que foi feito durante este tempo todo.

Do outro lado da quadra, Valdinei, técnico do Sabin, comentava com alguns pais que a semana havia sido movimentada e que isso os havia impedido de treinar. No entanto, respondeu à entrevista de forma calma e alegre; confirmou a empolgação dos jogadores, que brincavam entre si fazendo piadinhas e comentários do jogo em andamento e afirmou ter ótimas expectativas sobre o jogo do dia, uma vez que não haviam perdido um jogo sequer ao longo do Interband. A confiança, no entanto, deixava transparecer certo receio: ambas escolas já haviam se enfrentado em finais de campeonatos semelhantes (e também de outras modalidades) e a rivalidade prometia um jogo disputado e com grau técnico bem elevado.

Finais de campeonato admitem certos luxos que os outros jogos ‘comuns’ não permitem: um aquecimento mais elaborado e demorado, mais tempo de conversa com o técnico e prática de chutes e passes em um intervalo de tempo maior. A partida começou pontualmente às 4 horas. Nos 10 primeiros minutos de jogo, Arqui emplaca com o primeiro gol, seguido de um tempo pedido pelo técnico do Sabin. Foi notável o grande número de faltas durante a partida, em sua maioria cometidas pelo Arqui (os jogadores, em geral, eram maiores do que os do Sabin e isso os dava certa vantagem nas avançadas, mas deixava-as mais agressivas também). Enquanto isso, os meninos do Sabin mostravam seu nervosismo, adquirido após o primeiro gol, errando passes e chutes ao gol frequentemente. Valdinei pede tempo, e conversa com o time, dando-lhes novas táticas. A medida mostra-se eficaz: não demora muito até que saia o segundo gol do jogo, desta vez marcado pelo Sabin. Ambos times, ao final do primeiro tempo, mostravam-se incomodados pelo calor do ginásio e pelo sol escaldante que iluminava boa parte da quadra.

Intervalo. Arqui conversa com o técnico, Sabin pratica jogadas e tiros de meta. Começa o segundo tempo. Não muito depois, uma falha do goleiro dá brecha a mais um gol do Arqui. E logo depois, sai mais um gol, mas que foi anulado pelo árbitro, causando revolta geral na torcida e em Jurandir. Valdinei levanta as mãos, como quem diz que concorda e continua centrado no jogo. Mais uma falta, dessa vez do Sabin, rende o último gol do Arqui, deixando o placar 3×1. O ataque extremamente agressivo do Arqui revolta um pai do Sabin na torcida, que invade a quadra em pleno jogo para reclamar com o árbitro, alegando que este não marca todas as faltas cometidas pelo oponente e que estivesse sendo favorável ao Arqui. Depois do desentendimento, o pai é afastado e o jogo segue como antes.

Fim de jogo, três gols do Arqui contra um do Sabin marcam a vitória do Arquidiocesano do futsal mirim masculino do Interband de 2011.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Futsal

Apito final

Publicado em 14/09/11