De olho no basquete feminino

Publicado em 14/08/12

Por Giovana Nigro e Thais Stoppe
O basquete foi oficialmente aberto! Com o colégio estranhamente vazio, o jogo de partida não podia deixar de ser do time da casa: Band x Batista. As nossas meninas, com o clássico uniforme vermelho não só abriram o placar (com Carol Horvath, em lance livre), mas mantiveram a vantagem até o fim do 1° tempo, que terminou em 14×09.
No segundo tempo, foi visível a reação do Batista, que apertou na marcação, além de diminuir o número de faltas, inúmeras no primeiro período. Assim, o jogo foi ficando mais disputado, a diferença cada vez menor e os gritos dos técnicos, mais altos. Com aperto no fim, o Band levou a melhor e o jogo terminou com um placar de 25×22.
Carol Horvath, que fez belas cestas durante a partida falou que o jogo foi sofrido e que elas poderiam sim ter ganhado de mais pontos.  Afirma que as rivais não eram desconhecidas ao time e que elas vieram com determinação “e a gente tava meio dormindo”. Para a pivô e armadora do time, a partida foi animada, porém com falta de atenção, enquanto suas adversárias pecaram na finalização.
Mal as meninas do Batista e Band saíram da quadra, as jogadoras da mesma categoria do Arquidiocesano e St. Paul’s começaram o seu aquecimento. O colégio americano abriu o placar, mas o Arqui não ficou atrás e abriu a vantagem com cesta de Carolzinha, sua pivô federada (que bota medo em qualquer um!). Ao sofrer a primeira falta do jogo, Patinhas, o treinador marista se inquieta e levanta do banco- e não sentou mais até o fim.
Durante o primeiro tempo, o Arqui fez belos contra ataques e roubadas de bola, destaque para Gika, e dispara no placar, mesmo que o St. Paul’s valorizasse a troca de passe e por vezes conseguia driblar a defesa. O jogo estava bem animado, mesmo que sem torcida de nenhum dos times, a não ser as meninas do banco. Ao final dos 15 minutos, o placar era de 11×08 para o Arqui.
Ao começo do segundo tempo, parecia que as jogadoras do colégio bilíngue haviam se desesperado ou colocaram em prática uma tática nada vantajosa: fizeram 5 faltas em 5 minutos, resultando em muitos lances livres convertidos. O Arqui, mesmo ganhando, apertou forte na marcação e as meninas saíram com um ótimo 27×11.
Este é o terceiro Interband de Gika e Gabi, que já conheciam bem suas adversárias, já que “a gente só joga contra elas”. A partida foi divertida e dentro do esperado, porém todas tiveram um pouco de dificuldade – estavam meio fora de forma com só dois treinos depois das férias.
Logo em seguida a partida de número 3 teve inicio. As mesmas jogadoras do St. Paul’s, com algumas poucas adições, enfrentaram o time Juvenil do Band. Elas podem ter aberto o placar com 1 ponto apenas, mas Cella marca em nome dos bandeirantinos uma bela cesta de 3 pontos e a sorte do time continuou e o placar na metade do jogo era de 16×06. O segundo período começou com jogadoras do time reserva e do infantil em quadra e a vantagem só cresceu. Bandeirantes garantiu a segunda vitória da noite: de lavada, 31×11.
Thamy e Cella, ambas participando de seu 6° Interband, gostaram do jogo. Thamy previa maior dificuldade, pois o time não estava muito confiante e os chutes de 3 poderiam ser aperfeiçoados. Cella, por sua vez sentiu que a equipe estava em harmonia, mas  precisa melhorar os lances livres.
Vitória, camisa número 23 do St. Paul’s reconhece que os dois jogos seguidos foram difíceis, principalmente o do nível Juvenil, no qual a defesa de seu time foi ineficiente, apesar do bom entrosamento.
O último jogo dessa segunda foi bem tranquilo. Sanfra e São Luís fizeram um primeiro tempo equilibrado, com uma pequena desvantagem para o São Luís, que consegue virar nos segundos finais. As meninas aproveitaram esse avanço e voltaram para as quadras com um jogo superior, apesar dos graves erros de ambos os lados. São Luís, como esperado, leva a melhor com 38×11.
Eloísa do Sanfra crê que o nervosismo desestabilizou a equipe, mas que seu ataque foi bom. Rafa do são Luís reclamou de falhas nos passes, porém elogiou a comunicação feita entre elas.
Assim acabou a primeira rodada do torneio de basquete feminino, mas muitos jogos ainda estão a caminho. O Interband 2012 está só no começo!

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Blog_InterBand