Vá de galinha no Dia Mundial sem Carro

Publicado em 22/09/10

Hoje, a velocidade média de um carro na hora do rush, em São Paulo, é de 15 km/h: apenas, 1km/h a mais do que a de uma galinha – e o mesmo acontece no Rio de Janeiro, em Recife, Curitiba e em tantas outras cidades do Brasil. Então, para comemorar o Dia Mundial sem Carro, celebrado hoje, que tal deixar seu veículo na garagem e ir trabalhar de “galinha”? Não faria muita diferença, não é mesmo?
Quem está fazendo a provocação aos motoristas de todo o país é a Fundação SOS Mata Atlântica, que lança hoje a campanha “Vá de Galinha” para mostrar que estamos tão acostumados a nos locomover de carro que nem nos damos conta do óbvio tempo que perdemos parados em um congestionamento.
As comparações do carro com a galinha não param na velocidade média de cada um. Ainda tem mais:
– por mais que solte seus ‘punzinhos’, a emissão de gases da ave não chega nem perto da de um veículo;
– a forma de produção também não. Já que, para que a ave nasça, basta uma noite de amor entre o Seu Galo e a Dona Galinha, enquanto a fabricação de um carro gasta grande quantidade de energia e, ainda, emite gases pesados no ambiente e – o animal se alimenta de milho e, por isso, não bebe litros e mais litros de combustível fóssil para se locomover pelas ruas da cidade.
Só nessa comparação rápida, a galinha já está ganhando de 4×0 do carro! Consegue pensar em mais alguma vantagem da ave?
A ideia da SOS Mata Atlântica, claro, não é só fazer gracinha, mas sim contribuir de verdade para que as pessoas mudem seus hábitos de locomoção pela cidade. Por isso, ainda hoje a entidade colocará no ar o site www.vadegalinha.org.br, que trará dicas de locomoção verde, como carona, bicicleta e transporte público. Vale a pena dar uma olhada!
(Mônica Nunes/Débora Spitzcovsky)
Fonte: Planeta Sustentável

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto a Band é legal!