Redação em prol da sustentabilidade

Publicado em 26/08/13

É com muita alegria que compartilhamos com todos e todas a redação premiada no Concurso Internacional de Redação de Cartas dos Correios, redigida pela ex-participante do Projeto Educação para a Sustentabilidade (2012), Juliana Reimberg.
Parabéns, Ju, estamos muito orgulhosos de sua conquista.

Juliana Reimberg em visita ao CEA em  2012.

Juliana Reimberg em visita ao CEA em 2012.

São Paulo, 22 de março de 2067.

Cara Isabella
Como você está? E seu irmão, Leonardo, está bem? Estão gostando da nova escola? Hoje, vi no noticiário as diversas comemorações em todo mundo pelo “Dia Mundial da Água” e me lembrei de quando tinha sua idade.
Em 2013, nos meus 15 anos, celebrava-se o vigésimo  “Dia Mundial da Água”, criado na Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento com o objetivo de chamar a atenção `a importância da água doce e do uso sustentável dos recursos hídricos. Naquele tempo, vivíamos uma situação muito diferente da atual. Manchetes alertavam sobre a morte de milhões de pessoas anualmente devido `a falta de água. Estimava-se que uma a cada cinco pessoas tinha menos de 20 litros de água potável por dia, quantidade considerada mínima para sobrevivência. A escassez desse precioso recurso natural ocorria sobretudo nas zonas áridas e semi-áridas, frequentemente afetadas por secas e abrigavam diversas pessoas. Por outro lado, meus pais diziam que o consumo médio diário de água entre europeus e norte-americanos era de 200 a 600 litros.  Na escola, lembro-me de ter aprendido que o Brasil era o maior reservatório de água doce do planeta. Porém, essa grandeza não garantia o abastecimento de toda a população. Aproximadamente 70% da água encontrava-se na região Norte, que era pouco povoada. Enquanto isso, o Sudeste, com a maior população de nosso país, tinha menos de 6% dos recursos hídricos. A falta de água e a sua má distribuição incitava a disputa por esse bem essencial e gerava diversos conflitos.
Além da sua importância na sociedade, a água desempenhava um importante papel na economia mundial. A água era muito usada na irrigação de plantações agrícolas mas grande parte era desperdiçada em razão do modo como eram feitas essas irrigações. No entanto, técnicas mais eficientes foram sendo desenvolvidas para reduzir tamanho desperdício. Ademais, a cada ano, esse líquido se tornava mais caro e escasso. Desse modo, países desenvolvidos e emergentes passaram a gastar bilhões de dólares por ano para despoluir rios e grandes empresas investiram em programas de reaproveitamento de água que seria desperdiçada no processo de produção.
Mas as medidas tomadas e as mudanças de postura em relação à água não mudaram apenas nas altas escalas: nossa vida cotidiana também sofreu o impacto. Aos poucos as pessoas começaram a mudar os seus hábitos e, consequentemente, as perspectivas para o futuro do planeta. As escolas passaram a ensinar aos seus alunos medidas simples para economizar água, como fechar a torneira ao escovar os dentes e lavar as mãos. Recordo-me que, no ensino médio, participei de um grupo de sustentabilidade organizado por alunos e professores. Nesse grupo, desenvolvemos um sistema de captação de água da chuva. A água obtida era reaproveitada para limpar as quadras esportivas e o pátio do colégio. Todo esse aprendizado adquirido pelas crianças era compartilhado com os pais que aos poucos passaram a repensar suas atitudes e implantar estas medidas no seu dia a dia e nos lugares em que trabalhavam. E assim, os hábitos da sociedade foram mudando. A água usada na lavagem de roupa passou a ser reaproveitada para limpar calçadas, lavar carros e regar plantas. Empresas passaram não só a rever seus gastos de água, como também a criar metas para economia e reaproveitamento de água. Além disso, países traçaram acordos entre si para utilizarem os recursos hídricos de forma sustentável.
Hoje, vejo o mundo com muita alegria pois noto que os esforços para conscientizar a minha geração e a de seus pais tiveram ótimos resultados. E peço, com essa carta, para que você preserve a água e se esforce sempre para melhorar o nosso planeta.
Com carinho,
da vovó

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!