Inglês como língua universal

Publicado em 27/04/12

A cidade de Filadélfia, no estado de Pensilvânia, Estados Unidos, possui um histórico extremamente simbólico para aquele país. Nada menos que a declaração de independência do EUA foi assinada na cidade, em 1776. A Filadélfia também foi a primeira capital americana, e hoje abriga o Sino da Liberdade, símbolo da revolução americana. Inspirando-se nesse contexto, Philly, como é chamada carinhosamente por seus habitantes, recebeu a convenção TESOL 2012, com o tema “A Declaration of Excellence” (Uma Declaração de Excelência).

A TESOL Internacional Association é uma conferência anual, que reúne professores de inglês de diversos países do mundo, e procura, assim, aperfeiçoar e construir parâmetros para o ensino da língua. O Bandeirantes, por meio do coordenador de Inglês, José Olavo de Amorim esteve presente, como em outros anos.
O professor voltou ao Brasil com muito material para ser analisado, como livros a serem lançados, e que possivelmente serão usados pelos alunos ano que vem. “Com esse material, procuramos deixar o ensino de Inglês sempre atualizado e dentro de padrões internacionais de aprendizado. Eles nos mostram os novos caminhos”, explicou.
Este ano, a convenção teve a chamada para a excelência do professor, mostrando o papel dos educadores como formadores de outros profissionais. Catálogos produzidos pela própria TESOL orientam os professores a aprimorarem seus meios de ensino. “Eu trouxe um livro que é para medir o padrão de proficiência do aluno. Orienta os educadores para o que deve ser feito para melhorar seus métodos”, completou.
O evento, que aconteceu no Centro de Convenções da Pensilvânia, reuniu mais de mil de duzentas seções de discussões, com cerca de três mil palestrantes de vinte e cinco nacionalidades. Mais de cem expositores apresentaram produtos e serviços para educadores da língua inglesa.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!