Educação contra o preconceito

Publicado em 20/06/11

Uma polêmica envolvendo a obra de Monteiro Lobato ganhou a mídia no ano passado. Entendendo que o livro Caçadas de Pedrinho contém expressões racistas, o Conselho Nacional de Educação recomendou o banimento de sua leitura em escolas do Distrito Federal. Discussões apontaram que um clássico de tamanha importância histórica não pode ser ignorado, e que o conteúdo racista em questão precisa ser trabalhado de forma crítica dentro de sala de aula.

Em vista dessa tendência, a equipe de português preparou diversas atividades envolvendo Caçadas de Pedrinho com as turmas do 6°ano . Depois da leitura no primeiro bimestre, os alunos prepararam apresentações que traziam os significados das palavras “racismo”, “discriminação” e “preconceito” como atividade para o segundo bimestre.
As professoras Marlene Campos e Yeda Lenza elogiaram muito o trabalho de seus alunos. “Em poucos dias, eles foram capazes de produzir ótimas apresentações e filmes muito interessantes sobre o tema”, ressaltou a professora Yeda. E os próprios estudantes gostaram muito da atividade “acho legal poder discutir um tema tão importante com os meus colegas”, afirmou Diego Zancaneli, aluno do 6°D. O projeto terá continuidade nos próximos bimestres, com entrevistas envolvendo o tema e o estudo da vida de Monteiro Lobato.
Para a professora Marlene, a atividade é importante para a formação do senso crítico dos alunos, “A ideia é que, ao final do ano, os próprios alunos cheguem a uma conclusão sobre a presença do racismo no livro e sobre a postura do autor quanto ao tema”.
Para ver fotos das apresentações, clique aqui.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto a Band é legal!