Orgulho da missão cumprida

Publicado em 24/02/14

O Bandeirantes tem recebido diversos e-mails de ex-alunos agradecendo o apoio nas conquistas e colocações em universidades nacionais e estrangeiras.
Tal fato propicia à instituição uma sensação de dever cumprido no principal objetivo que lhe é conferido: educar.

agradecimentos_1

É importante salientar que, em meio a um sentimento de orgulho, o Bandeirantes tem consciência de que o maior mérito por todas as conquistas é de cada estudante. Cabe ao Colégio agradecer a cada um pela demonstração de afeto e retribuir a gratidão em tê-los tido como alunos.

agradecimentos_2

A Universidade de Stanford (Califórnia), em particular, ofereceu ao formando Idel Waisberg, colocado entre os 5% com melhores notas na turma, a chance de convidar para a cerimônia de formatura um professor que tenha tido forte influência na sua formação; o estudante então chamou o coordenador do Departamento de Língua Inglesa e Assuntos Internacionais Olavo Amorim para esta celebração.

Confira, abaixo, alguns dos e-mails enviados por pais e ex-alunos ao Colégio:

Idel Waisberg
Engineering (Stanford)

“There are many teachers at Bandeirantes I feel indebted to, directly or indirectly, for my overall academic career. Since I am limited to inviting only one, I felt it appropriate that he be you, given your position as Director of International Affairs, your direct and indirect role in my application for international universities and your overall support”.

Isabela Albertini Yagi
Direito (PUC)

“Prof. Osmar, só tenho a agradecer o Bandeirantes e toda a sua equipe pelos  sete anos que me formaram não só academicamente, mas também como pessoa. Desde o começo me senti em casa, e o apoio dado pelos professores e coordenadores no colegial foram essenciais… Mais uma vez, quero agradecer toda a equipe do Colégio (principalmente a de Geografia!) pela excelência no ensino que marcou minha vida. E obrigada ao senhor, professor, pelo apoio aos vestibulandos!​”.

Danilo S. Pacheco
Engenharia Civil (Poli – USP)

“Osmar,
em primeiro lugar gostaria de agradecer intensamente pelo apoio do senhor, dos professores e dos funcionários , pois a meu ver o Colégio mudou profundamente o meu modo de pensar e meus objetivos de vida – fato que agradeço mais do que a aprovação numa das melhores faculdades do país. Toda essa mudança de valores, crenças e objetivos se deu pela valorização que o Bandeirantes tem pela meritocracia e a autonomia – realmente são esses dois aspectos peculiares do colégio que o fez ser tão importante e marcante na minha vida. Espero que o Bandeirantes não perca nunca esses valores, principalmente o meritocrático… Essa parte é para esclarecer para os bandeirantinos como eu, que nunca foram nenhum gênio, muito menos bons alunos e aplicados, que é sim possível entrar na mais renomada faculdade da América Latina com vontade, determinação e consciência. Nunca desistam de seus sonhos, por mais distantes, improváveis e difíceis que pareçam, pois no final vale a pena, isso eu garanto para vocês por experiência própria. Nunca deixem de sonhar, essa foi uma lição de vida que o Colégio passou para mim e que eu gostaria de passar para vocês”.

Bruno Akira Koba Sato
Engenharia de Produção (Poli – USP)

“Olá Prof. Osmar!
Lembro-me que no início de 2013, fui falar com o senhor sobre a minha desejada carreira (Engenharia de Produção na Poli) e sobre dicas para conseguir um bom desempenho na FUVEST. O senhor olhou minhas estatísticas como treineiro, e me deu algumas orientaçõe​s para conseguir “domar” esse tão temido vestibular. Dentre os conselhos, estava um que eu não me esqueço: “foque em português”. Eu sempre fui bem, mas não imaginava que essa disciplina pudesse ter um peso tão grande na minha nota. Foi depois dessa conversa que eu passei a olhar português com outros olhos, um olhar crítico, desafiante, como se fosse algo a ser vencido e dominado. Eis que sai o resultado da FUVEST, e felizmente, consegui ser aceito em Engenharia de Produção na Poli!”.

Maria Goretti e Rubens, pais do ex-aluno Pedro Leo
Engenharia Mecânica (Poli – USP)

“…o Pedro Leo gostou muito de estudar no Bandeirantes, pelo ambiente, pelos ótimos professores, pelo material didático fascinante, e por tudo que é o Colégio Bandeirantes. Enfim, só temos elogios a fazer, e a certeza de que fizemos a melhor escolha para o futuro do nosso filho. Todos seremos eternamente gratos!”.

Flávia Barochel
Engenharia de Produção (Poli)

“O Bandeirantes foi muito mais do que uma ferramenta para meu sucesso no vestibular. Durante 7 anos, foi parte fundamental da minha vida acadêmica e social. Muito mais do que matemática e geografia, o Band me ensinou valores e fez com que eu aprendesse a pensar por mim mesma. Adquiri independência e maturidade e também fiz amigos que certamente carregarei para a vida. É imensurável a importância que o colégio teve em minha formação como aluna e pessoa. Preciso agradecer aos excelentes professores que me acompanham desde o sexto ano em 2007, alguns que se tornaram verdadeiros amigos.”

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Blog_VestibularENEM