Desafios para metrópoles criativas

Publicado em 18/05/11

Durante o século XX, a humanidade presenciou um franco crescimento de suas cidades. Porém, no século XXI ainda existem muitos desafios a serem vencidos não só pela tecnologia, mas pela sensibilidade e a criatividade.

Com o intuito de repensar a situação das grandes metrópoles, a Universidade de Harvard promoveu o Think Tank Revitalizing Cities, evento do qual participaram o professor e coordenador de Geografia, Guilherme de Benedictis, e a coordenadora de Tecnologia Educacional, Sílvia Vampré. Entre os dias 28 e 30 de abril, os coordenadores assistiram a palestras e debates que abordaram diversos aspectos da vida urbana. “As atividades não se limitaram a discutir questões de infra-estrutura, falou-se muito da questão humana, sociedade e qualidade de vida”, afirma Guilherme de Benedictis.

A abrangência das discussões fica clara pela variedade de pontos de vista nas mesas de discussão. Entre os palestrantes, estavam o jornalista Gilberto Dimenstein, o prefeito de Boston, Thomas Menino, o urbanista e ex-governador do Paraná, Jaime Lerner e oficiais da Casa Branca, além de professores de diversas áreas da Universidade de Harvard, intelectuais, artistas, líderes religiosos e ativistas comunitários. “É interessante a participação de especialistas muito bem estabelecidos em suas profissões nesse tipo de discussão. Os americanos crescem com esse senso de fazer alguma coisa em retribuição à sociedade depois de terem atingido certas posições”, comenta Sílvia Vampré.

Segundo os coordenadores, temas como a importância da disseminação de informação e a busca por inovação devem contribuir para diversas atividades do Band, como a aplicação de novas tecnologias e o projeto SPACE e, portanto, as novas visões que conheceram em Harvard serão muito enriquecedoras para as atividades dentro e fora das salas de aula.

Para saber mais sobre o Think Tank Revitalizing Cities, clique aqui.
Para conhecer a programação completa do evento, clique aqui e baixe um arquivo PDF.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!