Matemática em Movimento

Publicado em 24/05/13

O reconhecimento da dificuldade da passagem nos grandes vestibulares e a consciência de que grande parte da população às vezes não tem condições de se preparar adequadamente para esse processo incentiva os alunos e ex-alunos a ajudar como podem.

Ex-aluna Lilian Parada

Lilian Parada

O projeto Matemática em Movimento, composto por estudantes da Escola Politécnica, nasceu com esse propósito: ajudar os alunos de Ensino Médio de escolas públicas a trabalhar alguns conceitos matemáticos muitas vezes não explorados da maneira correta para o vestibular. As estudantes fundadoras decidiram repassar seu conhecimento para jovens de muito potencial, porém com poucas oportunidades e pouca motivação, para que estes pudessem ter uma boa base para prestar o exame do vestibular e conseguir um bom resultado. Dentre os 12 voluntários que compõem o projeto, três são ex-alunas do Band: Lilian Parada, Veronica Gonsalez e Giovanna Campacci, formadas no colégio em 2009, 2008 e 2007 respectivamente.

Veronica Gonsalez

Veronica Gonsalez

Unidos com o propósito de ajudar a mudar a realidade desses jovens, os universitários elaboraram um modelo de curso preparatório para o vestibular que vai além de ensinar Matemática, propondo desafios de raciocínio, atividades culturais e outros eventos a fim de tornar o aprendizado mais interessante e dar maior dinamismo às aulas. Criado em 2012, o projeto tem como foco a juventude brasileira que não tem acesso a uma educação de qualidade.

Giovanna Campacci

Giovanna Campacci

A solidariedade, a multiplicação do conhecimento e o contato humano são atitudes que constam naturalmente em todos os envolvidos no projeto. “O modelo do nosso projeto ainda conta com um crescimento constante ano a ano no número de alunos e voluntários”, comenta Veronica Gonsalez.

“Eu acredito que o Bandeirantes foi fundamental para me dar uma base teórica para que eu passasse nos vestibulares”, explicou Veronica, cujo sonho sempre fora cursar Engenharia em uma grande universidade. “Mas, além disso, o Colégio nos incentivou a acreditar que qualquer projeto é possível através do trabalho. O Bandeirantes nos motiva a sermos criativos e perseverantes, o que foi muito importante no início do Matemática em Movimento”, contou.

Você pode ajudar o projeto de diversas maneiras, seja candidatando-se nos processos seletivos para ser voluntário; através de doações, que podem ser na forma de recursos financeiros ou qualquer bem que possa ser utilizado pelo projeto, ou simplesmente enviando alguma sugestão ou ideia para aprimoramento do grupo ou capacitação contínua de seus voluntários.

Para conhecer um pouco mais sobre o projeto ou entrar em contato com a equipe basta entrar no site do projeto: http://matematicaemmovimento.com.br

Temas relacionados: , , ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Eu fiz Band

#EuFizBand

Publicado em 29/05/19

Eu Fiz Band: Fabio Mangia

Publicado em 11/02/19

Eu Fiz Band: Ivan Murias

Publicado em 07/02/19