Ex-aluno projeta e leva carro para competição nos EUA

Publicado em 06/06/12

Formado em 2007 pelo Colégio Bandeirantes, e agora no último ano da faculdade de Engenharia da Unicamp, o jovem André Stuart irá para os Estados Unidos junto a seu “Fórmula”, carro que construiu na faculdade. O objetivo é competir com outros automotores desenvolvidos por estudantes de várias partes do mundo. É a primeira vez que a Unicamp atinge o nível exigido para competir na etapa internacional da Formula SAE. A competição mundial acontecerá em Lincoln, Estado de Nebraska, nos Estados Unidos, e reunirá 81 competidores do mundo inteiro entre os dias 20 e 23 de junho.


Muito conhecida entre os estudantes de Engenharia, a Fórmula SAE (Formerly Society of Automotive Engineers) foi criada nos Estados Unidos em 1986, e chegou ao Brasil em 2004, com o objetivo de melhorar a formação acadêmica dos estudantes brasileiros de Engenharia. Integrada somente por alunos do ensino superior, a SAE é uma competição com regulamento internacional, que consiste na construção de “Fórmulas”, que são mini-carros de corrida.
“O acesso dos competidores americanos à tecnologia e à infraestrutura é muito superior a nossa, mas neste ano queremos ficar entre os vinte primeiro colocados e aprender o máximo possível com as outras equipes, para podermos vencer o campeonato mundial em 2013”, almeja o estudante.

O “Fórmula” nacional começou a ser projetado em janeiro de 2011 por uma equipe de trinta e cinco estudantes. Na competição nacional, a equipe ficou na 2ª colocação geral e conquistou o direito de ir competir nos Estados Unidos. Para isso, o carrinho passou por uma série de 3 etapas: inspeção técnica, provas estáticas e provas dinâmicas.

Além de um dos projetistas, André Stuart é também capitão da equipe. A CBMM (Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração) forneceu apoio financeiro e técnico, possibilitando, por exemplo, que o automóvel ficasse 20% mais leve do que o previsto, graças a uma liga especial de metais. “Preciso agradecer muito ao Bandeirantes e ao seus professores. Considero que estudar lá me fez amadurecer mais rápido, aprendi a ver os desafios da vida de forma diferente. Os professores incentivaram sempre a buscar o melhor e, com isso, alcançar meus sonhos”, concluiu André.

Temas relacionados: , , ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Eu fiz Band