Eu Fiz Band: Guilherme Lichand

Publicado em 19/09/19

Uma história apaixonante de superação e gratidão”. Essas são as palavras usadas por Guilherme Lichand, aluno formado no Band em 2003, para descrever sua trajetória no Colégio. Ele é hoje Doutor pela Harvard University e dá aulas na University of Zurich, mas lembra com muito carinho de toda a sua trajetória no 268 da Rua Estela. Além da sua expressiva trajetória acadêmica, ele é também co-fundador e presidente da start-up “Movva”, que busca usar a tecnologia para causar mudanças de hábitos positivas.


Do 6.o ano do Ensino Fundamental até a 3.a série do Ensino Médio, Guilherme trilhou por todos os tijolos do Band. Segundo ele, muitos professores do Band o inspiraram e incentivaram sempre a buscar novos desafios. “Além das aulas, consegui aproveitar muito os espaços e oportunidades oferecidas pelo Colégio. Era o lugar onde eu encontrava todos os meus amigos e nós curtíamos muito.  Pude participar de programas como o MONU-EM e atividades como o jornal do Grêmio. Eu cresci muito no Band.”, contou.

​Ao sair do Colégio, ele queria participar de mudanças. Repensar a política e transformar vida foram alguns dos objetivos dele e, para isso, mais estudos entraram em seu caminho. Hoje, já Doutor em Economia Política e Governo pela Universidade de Harvard, ele se dedica muito a “Movva”. Nela, ele pretende usar uma tecnologia simples, em países onde o investimento em educação e saúde, por exemplo, são baixos, para causar um impacto. Mudando o foco e usando o celular de uma maneira diferente, é possível reduzir as faltas dos estudantes e melhorar seus desempenhos com um simples aumento de atenção ou interesse. No “Eduq+”, por exemplo, nudges semanais, mensagens de incentivo, são enviados com conteúdos e atividades para mudança de comportamento, incentivando coordenadores, professores e familiares a se engajarem ainda mais na educação.

​“O Band foi um lugar que despertou em mim muitos instintos e que imprimiu muitos valores, para muito além da ambição de ter boas notas ou entrar em uma boa faculdade. Lá eu tive oportunidades, conquistei espaços e aprendi sobre responsabilidade.”, concluiu.

Temas relacionados: , , ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Eu fiz Band