Basquetebol em cadeira de rodas

Publicado em 03/05/10

basquete-vel[1]

Por: Profa. Patricia Goloni Lolo

Em 1910, Ludwig Guttman através de um programa de reabilitação no Stoke Mandeville Hospital, em Aylesbury, Buckinghamshire, Inglaterra, adaptou os desportos existentes para a utilização de cadeiras de rodas. Os ‘World Stoke Mandeville Wheelchair Games’, em 1947, foram os primeiros jogos a serem organizados.

O primeiro jogo de basquetebol em cadeira de rodas ocorreu em 1946 nos Estados Unidos. Desde então o jogo tem-se espalhado pelo mundo, e neste momento milhares de atletas o praticam.

Apesar do Basquetebol em Cadeira de Rodas ser a mais antiga modalidade de esportes praticada por portadores de deficiência em nosso país, a Confederação Brasileira de Basquetebol em Cadeira de Rodas – CBBC, somente foi fundada em dezembro de 1997, quase quarenta anos depois do basquetebol ser introduzido no Brasil, por Sergio Del Grande e Robson Sampaio.

bcr

A independência do basquetebol com a criação da CBBC trouxe ao esporte desenvolvimento técnico, tático e tecnológico, através do aprimoramento constante das cadeiras de rodas para sua prática. O Brasil passou a ser respeitado em todo o mundo.

O crescimento do basquetebol no Brasil pode ser medido pelo número de clubes praticando a modalidade – mais de 50, espalhados por praticamente todos os estados da federação.

“Estranho no garrafão” é uma coluna na qual pessoas de áreas diversas são convidadas a escrever sobre o basquete.
Patricia Goloni Lolo é professora de Inglês do Col Bandeirantes e Presidente da ONG VIDAS. 

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!