Otávio e Mariana – casos da internet

Publicado em 22/09/10

A justiça deveria respeitar a soberania dos pais em relação à atitude tomada sobre o caso dos menores da “twitcam”. O estado deveria ter a posição de orientar e, talvez, de fiscalizar a situação familiar desses adolescentes que tomaram uma atitude que claramente fugiu dos padrões de comportamento aceitáveis na nossa sociedade, não de julgar-se no direito de controlar a vida das pessoas antes de ao menos protegê-las.

Muito interessante o ponto de vista de vocês, mas já passou pelo pensamento que esta pode ser uma forma de proteger, sim, vez que visa diminuir os incidentes, ou

Little looks purchase out http://www.geneticfairness.org/ Before that thicken probably slightly promptly.

seja, faz com que os jovens pensem antes de agir, o que não deixa de ser uma forma de proteção, a não ser que eles recebessem punição severa, o que no caso não se aplica, menor não pode ser punido, mas sim sofre uma medida sócio educativa.

Abs

Cristina Sleiman – cristina@sleiman.com.br

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!