Atividades de integração da 1.a série: recebendo os alunos novos da melhor maneira possível

Publicado em 08/03/19

Na 1.a série do Ensino Médio, a quantidade de turmas no Band aumenta bastante. Muitos alunos são novos e, por isso, ainda não estão acostumados ao ambiente da Rua Estela. O Colégio percebeu uma necessidade de acolher e acomodar os novos alunos para que a experiência deles aqui seja a melhor possível. Desta forma, nasceram as atividades de integração da 1.a série.


O projeto foi idealizado pela Orientadora Pedagógica, Lívia Ferreira, e teve o apoio da Orientadora de Projetos, Marina Schwarz. O objetivo do exercício era integrar, tirar dúvidas e compartilhar experiências.


Os estudantes foram divididos em alguns grupos menores que contavam com pessoas de várias salas diferentes. Os encontros eram feitos na Biblioteca e integravam tanto os alunos novos quantos os antigos que faziam parte da Equipe de Ajuda, um grupo de alunos que atua no ambiente escolar e contribui para que a convivência entre colegas seja mais positiva. Nessas conversas, todos podiam se conhecer e tirar suas dúvidas com os outros estudantes e orientadoras.

Segundo Lívia, essa reunião de orientação para alunos novos já era feita, mas, com o formato atual, os estudantes participam mais e podem se integrar com outros colegas. Além disso, também é criado um ambiente de confiança de aluno para aluno. “Ingressar em uma escola nova é um desafio e a nossa intenção com as atividades de integração é passar segurança para os estudantes, fazendo dessa experiência algo leve”.

Para Julia Krauss, aluna da 1.a série que participou da Equipe de Ajuda em 2018, fazer parte da nova dinâmica foi muito importante. “Conhecer alguns dos alunos novos e ajudá-los a se encontrarem no Colégio foi muito legal. Eu achei que eles gostaram bastante do fato de terem outros estudantes do Band para responderem às perguntas”, adicionou. As experiências de alguns acabam ajudando os outros e assim todos podem ficar à vontade na escola.

Surgiram dúvidas de todos os tipos: sobre as provas, trabalhos voluntários, Departamento Internacional, entre outros. “A ideia é estender esse projeto para todos os alunos novos que não participam do Caça Band, que é feito para os 6.o e 7.o anos”, contou Marina. Ela ainda concluiu que esse momento com a Orientação alinhado ao contato com os alunos que já estudam no Band é significativo.

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!