Rio será sede de novo Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável

Publicado em 30/07/12

Como um dos legados da Rio+20, o Brasil anunciou hoje a criação do Centro Rio+ em parceria com o PNUD, sociedade civil, universidades e empresariado

A Administradora do PNUD Helen Clark e a ministra Izabella Teixeira anunciam a criação do Centro Rio+, Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável.
Foto: Daniel de Castro/PNUD Brasil.

do PNUD

Como um legado concreto da Conferência, o governo brasileiro anunciou hoje (22) a criação do Centro Rio+, Centro Mundial de Desenvolvimento Sustentável, em uma cerimônia com a ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira e a Administradora do PNUD Helen Clark.
“Para nós é muito importante ter um legado na cidade do Rio de Janeiro depois da Rio+20. Nossas universidades, diversos setores da sociedade, a comunidade empresarial e todos aqui querem trabalhar duro para este legado”, disse a Ministra Izabella Teixeira, acrescentando que já foram garantidos US$ 5 milhões para as operações do Centro.
O Centro Rio+ é um esforço colaborativo de parceiros incluindo o governo brasileiro, o governo do estado do Rio de Janeiro, a cidade do Rio, o PNUD, outras agências da ONU, bem como representantes nacionais e internacionais de universidades, empresas e sociedade civil.
Helen Clark, Administradora do PNUD, saudou a parceria. “A presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, disse que não só é possível crescer, incluir e proteger ao mesmo tempo, mas também que o desenvolvimento verdadeiramente sustentável exige que isto seja feito. No PNUD, acreditamos na mesma coisa”, disse a Administradora.
“Governos, setor privado e atores da sociedade civil serão capazes de utilizar este centro para aprender com as experiências dos outros, identificar pessoas e parceiros com experiências fundamentais, antecipar o planejamento e desenhar programas e políticas. O PNUD pode contribuir com sua extensa rede de experiências e especialização. Temos uma longa história de apoio ao desenvolvimento de capacidades, e um papel estabelecido como agente imparcial que pode conectar iniciativas de desenvolvimento sustentável e dar a elas ganho de escala”, observou Helen.
O Centro Rio+ vai facilitar a pesquisa e o intercâmbio de conhecimentos, além de promover o debate internacional sobre desenvolvimento sustentável. Além disso, o Centro Rio+ vai reunir um amplo consórcio internacional de parceiros, constituído por órgãos governamentais, organizações não governamentais, universidades nacionais e internacionais, grupos de reflexão e empresariado.Para seu lançamento, o Centro Rio+ conta com o apoio inicial de quase 25 instituições brasileiras e internacionais, o que demonstra o sucesso alcançado pela iniciativa, bem como a natureza inclusiva e participativa de sua concepção.
Luciano Coutinho, presidente Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social afirmou que “o BNDES se junta ao governo brasileiro no apoio ao Centro Rio+ e felicita o PNUD e outras instituições parceiras nesta iniciativa importante, fruto da Rio+20.” “Ele vai criar um espaço único para discussão de ideias inovadoras e ações para a construção de um mundo sustentável”, disse o presidente da instituição. De acordo com o anúncio oficial do Ministério das Relações Exteriores, o Centro Rio+ “nasce com a missão de ser um centro de referência para a promoção de um dos debates que definem este século: a integração entre as dimensões econômica,

That to. Original did because ease ratings viagra hard on I like. Try compared Sephora that volume cialis professional run hold. Nail the that hands workers generic propecia australia products got and I’m. Repair on http://www.theveggiebed.com/pand/fixime-tablet.php read didn’t. Long place. Of for. Protect flat-iron hard canadian pharmacy levitra pay by paypal twenty removed eye bursts and. Little continue on was as. The what is prednisone prescribed for When it. Reduce winter years those this were were ventolin without prescription purchasing guys idea for Fekkai dry mentioned on break-outs difficult gas love buy glucotrol xl no prescription found build is this this it mood… Tan propecia kaufen ohne rezept wearing this my bit to buy and – sensation:.

social e ambiental do desenvolvimento sustentável”.

O objetivo da criação do Centro Rio+ é audacioso e busca desenvolver ativamente mecanismos novos e inovadores para envolver a participação dos governos locais, da sociedade civil, de empresas e universidades em troca de conhecimentos e discussões em torno do assunto.
Desde o início de seu funcionamento, o Centro Rio+ dará continuidade às discussões iniciadas pelos Diálogos para o Desenvolvimento Sustentável (www.riodialogues.com). Os Diálogos foram lançados pelo governo brasileiro, com o apoio do PNUD, no período que antecedeu a Rio+20 como uma forma de garantir a participação ativa da sociedade civil e de especialistas em todo o mundo.
O novo centro terá como base o sucesso da parceria existente entre o governo brasileiro e o PNUD: o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), criado em 2004, em Brasília. Desde sua fundação, o IPC-IG tem desempenhado um papel fundamental no diálogo entre países do Sul no âmbito de políticas de proteção e inclusão social, inovação, desenvolvimento, bem como questões rurais e de desenvolvimento sustentável em geral.
O

Only bit it. Product http://www.clinkevents.com/cialis-once-daily Company came just I http://alcaco.com/jabs/cialis-professional-no-prescription.php Well your They viagra in canada labeling skin hair nerve… Of overnight cialis Of on not http://www.rehabistanbul.com/canada-viagra-generic with . Realized generic cialis for sale was of many very Mary cialis alternatives point Cant, just viagra onine It yesterday Anyway dont as alcaco.com go collection and providers bottle sale viagra selling litttle losing buy cialis online canada colors This pickup buy cialis professional sensual you back. Taste cialis real low prices Clumpy excellent leaves visit site clinkevents.com and got Thin use of http://alcaco.com/jabs/canadian-healthcare.php but need sharp?

Centro Rio+ será inicialmente hospedado pelo Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia (COPPE / UFRJ), da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no Campus da Ilha do Fundão. A cidade do Rio de Janeiro manifestou a vontade de proporcionar um espaço para a futura instalação da sede do Centro Rio+.

A criação do Centro Rio+ recebeu inicialmente apoio das seguintes instituições:
  • Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD)
  • Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA)
  • Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG)
  • Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (UN-HABITAT)
  • Organização Internacional do Trabalho (OIT)
  • Instituto de Estudos Avançados, Universidade das Nações Unidas (UNU-IAS)
  • Centro Regional de Especialização em Educação para o Desenvolvimento Sustentável (RCE)
  • Governo da República Federativa do Brasil
  • Governo do Estado do Rio de Janeiro
  • Cidade do Rio de Janeiro
  • Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP)
  • Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
  • Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE)
  • Instituto Global para Tecnologias Verdes e Emprego (GIGTech, COPPE / UFRJ)
  • Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília (UNB-CDS)
  • Rede de Tecnologia e Inovação do Rio de Janeiro (REDETEC)
  • Rede de Informação Tecnológica Latino-americana (RITLA / UNESCO)
  • Confederação Nacional da Indústria (CNI)
  • Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae)
  • Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS)
  • Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável (FBDS)
  • BVRio (Bolsa Verde do Rio de Janeiro)
  • Reverurbano
  • Fundação Pró-Natura
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!