Portinari, imperdível

Publicado em 16/02/12

Pela primeira vez no Brasil, os painéis Guerra e Paz, de Cândido Portinari, estão expostos no Memorial da América Latina.

“Uma pintura que não fala ao coração não é arte, porque só ele a entende. Só o coração nos poderá tornar melhores e é essa a grande função da arte. Não conheço nenhuma grande arte que não esteja intimamente ligada ao povo.”  Cândido Portinari.

A Guerra acaba de chegar a São Paulo, acompanhada pela Paz. Ambos os temas estão representados nos painéis Guerra e Paz, pintados por Cândido Portinari, inaugurando a exposição aberta ao público no auditório Simón Bolívar, no Memorial da América Latina, em São Paulo, no último dia 7 de fevereiro, na data em que se lembram os 50 anos de morte do pintor.

Com 14 metros de altura por 10 metros de largura cada um, são compostos, ao todo, por 28 placas de madeira compensada naval, com 2,2 metros de altura por 5 metros de largura, e pesam 75 quilos cada um.

A exposição de Guerra e Paz, de Cândido Portinari, está em cartaz até 21 de abril, de terça-feira a domingo, das 9h às 18h, no Memorial da América Latina (avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Metrô Barra Funda, em São Paulo). Entrada franca. Serviço educativo: educativo@portinari.org.br. Mais informações sobre o Projeto Portinari podem ser obtidas no site www.guerraepaz.org.br.

Fonte:

http://espaber.uspnet.usp.br/jorusp/?p=20202

Roberto Nasser

Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!

mais de Ciências Humanas