O pacto migratório no MONU-EM

Publicado em 03/07/19

Negociação e pesquisa foram as palavras chaves da 37.a conferência de simulação da ONU, realizada pelos alunos do curso MONU-EM (Modelo das Nações Unidas para o Ensino Médio).

Debatendo sobre o pacto migratório no mundo, eles passaram um sábado inteiro defendendo os interesses de seus países e buscando um acordo.


Cada simulação do projeto, que acontece desde 2001, tem características diferentes. A Professora de Geografia que acompanha os alunos no curso, Regina Mara, conta que cada grupo se destaca por algum fator. “Alguns trabalham mais a retórica, outros a diplomacia, mas, nessa última conferência, os estudantes usaram muito suas habilidades de negociação. Além disso, a pesquisa e a informação para embasamento dos argumentos foi outro ponto bem exercitado por eles. ”, ressaltou.


​Foi possível ver China, Rússia, Alemanha e outros países discutirem esse tema tão atual e importante nos dias de hoje. Cada grupo pesquisou a fundo e precisava do máximo de informação e argumento para se posicionar durante a simulação. “Defendendo os pontos de vista, eles tinham que sustentar as suas posições e exercitar as habilidades de oratória de cada um”, acrescentou Regina.


A aluna da 1.a série do Ensino Médio, Daphine Macedo, contou que sempre gostou muito de política internacional e esse foi um dos fatores que a fizeram se inscrever no curso. “Eu pude ter uma visão mais ampla do mundo ouvindo os pontos opostos dos países. Nem sempre o aluno defende algo que ele concorda ou aprova, mas é o interesse da nação que prevalece durante a simulação. Eu estava muito nervosa, mas a gente aprendeu muito nesse dia.”, concluiu Daphine.

Temas relacionados: ,
Compartilhe por aí!
Use suas redes para contar o quanto o Band é legal!